Índices de criminalidade mantêm trajetória de queda em Niterói

Niterói manteve a tendência de queda nos índices de criminalidade na cidade em março. Segundo dados do Observatório de Segurança de Niterói, o roubo de veículos caiu 75,15%, se comparado ao mesmo período do ano passado.  O indicador letalidade violenta também registrou recuo de 78,95%, quando comparado a março de 2019. Os maiores destaques ocorreram nas áreas da 76ª DP (Centro) e 78ªDP (Fonseca), onde não ocorreram  homicídios durante todo o mês de março.

No indicador roubo de rua, a redução ficou numa média de 57,93%, na maioria das regiões de Niterói, com destaque expressivo na área da 79ª DP (Charitas), com queda de  87,69%. No roubo de veículos,  a média no município foi de -75,15%, com destaque para as 77ª DP (Icaraí), 76 ª DP (Centro) e 79 ª DP (Charitas), com reduções de 92,31%, 90% e 80%,  respectivamente .

“Desde janeiro, quando instituímos o gabinete de crise para tratar das questões relacionadas ao Coronavírus, imaginávamos que teríamos um grande desafio pela frente.  Sabíamos que teríamos que implementar ações para proteger a cidade do avanço do vírus, mas tínhamos completa noção de que não poderíamos amolecer e deixar de lado toda a rede de trabalho integrado com as forças de segurança, que construímos ao longo dos últimos anos no combate à criminalidade. Fizemos isso e vamos continuar fazendo porque, apesar da grande luta que temos contra a Covid-19, não podemos deixar a segurança pública de lado”, afirma o Prefeito Rodrigo Neves .   

O  município de Niterói mantém as ações integradas com a forças de segurança no município. É responsável pelo pagamento de cerca de 60% do policiamento que é feito na cidade,  por meio do Proeis e do Programa Niterói Presente,  entre outras ações.  O Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), operado pela Guarda Municipal, monitora a cidade com 600 câmeras, sendo 70 equipamentos inteligentes que fazem o cercamento eletrônico, responsável por ajudar as forças de segurança na recuperação de veículos roubados até prisão de quadrilhas.

“O 12 º BPM tem demonstrado que o planejamento realizado impacta cada vez mais na diminuição da criminalidade na cidade. Estamos no caminho certo”, observa o tenente coronel Sylvio Guerra, comandante do 12 º Batalhão da Polícia Militar.

Claudio Otero Ascoli, delegado da 76ª DP (Centro), avalia que a cidade de Niterói apresenta números positivos em razão da integração existente entre as forças de segurança e a Prefeitura.

“Hoje, além de um intercâmbio de informações permanente entre os órgãos policiais, o apoio recebido da Prefeitura, através do Regime Adicional de Serviço (RAS ) para policiais civis, Niterói Presente,  entre outras ações, possibilita a otimização dos recursos humanos, e tem como consequência um aumento da produtividade, com reflexo positivo para toda a sociedade. Quanto mais efetividade dos órgãos policiais, mais benefício para a população. O cercamento eletrônico e o Cisp funcionam como um auxílio às forças policiais no desempenho de suas funções, ajudando a investigar quadrilhas e a prender bandidos”, opina o delegado .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 8 =