Índices de criminalidade apresentam queda em Maricá

A 6ª Cia do 12º BPM (Niterói), que atua no município de Maricá, informou que o trabalho de combate a violência na cidade vem apresentando resultados positivos de acordo com o levantamento de indicadores criminais realizado no primeiro semestre desse ano, entre janeiro e junho.

No que se refere aos crimes de letalidade violenta – soma de homicídio doloso, morte por intervenção de agente do Estado, latrocínio (roubo seguido de morte), e lesão corporal seguida de morte – no comparativo com o mesmo período do ano passado, foram 36 ocorrências em 2019 contra 25 esse ano, uma redução de 30,6%. Nos casos de roubos de veículos, foram 90 registros em 2019 contra 62 em 2020, redução de 31,1%.

No que se refere ao crime de roubo de cargas, o indicador estratégico apontou oito registros em 2019 contra três em 2020, redução de 62,5%. Os registros dos chamados roubos de rua também apresentaram redução. Foram 277 em 2019 e 171 em 2020, redução de 38,3% (-106 casos). O roubo de rua é composto pelos indicadores de roubo a transeunte que foram 226 em 2019 contra 122 em 2020, redução de 46,0% (-104 casos), roubo de aparelho celular, respectivamente 50 em 2019 contra 47 em 2020, redução de 6,0% (-3 casos), e roubo no interior de coletivo, 1 em 2019 contra 2 em 2020, (+1 caso). Os indicadores de roubos de residência foram 40 em 2019 contra 24 em 2020, redução de 40,0% (-16 casos), e furto de veículo, no comparativo 89 em 2019 contra 80 em 2020, redução de 10,1% (-9 casos).

O secretário de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional, Júlio Veras, considera importantíssima a queda dos indicadores.

“Estamos atraindo novos moradores, novos investidores e também gente que quer tirar o proveito disso. As empresas que vão se instalar aqui têm de ter a tranquilidade de saber que temos um sistema de ordem pública eficiente. Estamos muito satisfeitos com os resultados, mas acreditamos que podemos mais, e estamos fazendo de tudo para que os números sejam ainda melhores no segundo semestre”, comentou.

Uma série de ações foram adotadas, através da Secretaria de Ordem Pública, para garantir ações que empurrassem para baixo os números de violência, como as 131 câmeras de monitoramento instaladas em vários pontos do município, 15 câmeras CFTV (circuito fechado de televisão), 30 câmeras CFTV monitorando o interior de prédios públicos e 86 câmeras OCR’s (reconhecimento ótico de caracteres) em 39 pontos estratégicos da cidade, além de uma frota de 41 veículos, entre carros, motos e uma base móvel. O chamado Cerco Inteligente já demonstrou, em mais de uma ocasião, sua eficiência, identificando veículos suspeitos e orientando as forças de segurança na abordagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =