Mortes violentas tem redução de 52,63% em Niterói

Os indicadores de letalidade violenta apontam para uma queda de 52,63% em fevereiro no município de Niterói, quando comparado com o mesmo período de 2019, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, 5, pelo Observatório de Segurança de Niterói. O índice apresenta redução de 60% quando a letalidade é referente à ação de agentes públicos. A região da 81ª DP (Itaipu), que engloba os bairros da Região Oceânica, foi a que registrou o maior índice de redução deste tipo de ocorrência, menos 66,67%.

O roubo de veículos também repetiu queda, como vem ocorrendo nos últimos meses, com redução de 56,16% em comparação a fevereiro de 2019. O destaque, novamente, é para a região da 77ª DP (Icaraí), onde os registros caíram 74,19% em fevereiro deste ano na comparação com o mesmo mês de 2019.

Já os roubos de rua apresentaram redução de 38,42%. Especialmente na área central da cidade, com queda de 48,72%, seguida pela 77ªDP, de Icaraí, com menos 33,33% na ocorrência deste tipo de delito.

Os roubos a estabelecimentos comerciais caíram 39,13% em fevereiro, com redução entre 40% e 50% na área central, Zona Sul, São Francisco, Charitas e Jurujuba.

O Cisp, operado pela Guarda Municipal, monitora a cidade com 600 câmeras, sendo 70 inteligentes que fazem o cercamento eletrônico, responsável por ajudar a recuperar veículos e prender quadrilhas.

“Os projetos da Prefeitura de Niterói na área de segurança pública vêm transformando nossa cidade, resultado do trabalho em conjunto das polícias Civil e Militar com o apoio do Município. Podemos dar destaque acentuado para o cercamento eletrônico feito pelo Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), que tem sido um grande aliado dos policiais e investigações. O Niterói Presente também tem sido um importante ponto de apoio”, afirma o delegado titular da 78ª DP, Luiz Henrique Marques.

O comandante do 12º BPM também comemora a redução dos índices de criminalidade em Niterói, área de abrangência de sua corporação.

“Esses números nos causam satisfação por constatarmos que estamos no caminho certo. As dificuldades do dia a dia fazem parte da profissão, mas sabemos que estamos cumprindo a nossa missão. Temos como objetivo reduzir ainda mais esses números e fazer com que a população de Niterói e a sociedade se sintam cada vez mais seguras. Esse é o nosso propósito”, afirma o tenente-coronel Sylvio Guerra, comandante do 12º BPM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + dezessete =