Incendiário que perseguia mulheres é preso em Niterói

Um homem foi preso, na quarta-feira (30), no Engenho do Mato, Região Oceânica de Niterói, acusado de perseguir três mulheres de uma mesma família e incendiar, na véspera de Natal do ano passado, carros das vítimas. A ação foi coordenada por policiais civis da 81ª DP (Itaipu).

Segundo a distrital, ele já era suspeito de ter cometido o mesmo crime na virada do ano de 2018 para 2019 e pretendia fazer mais um ato em 2020. A investigação também apurou que o autor se tornou muito próximo das vítimas, que moram no bairro Itaipu. No decorrer dos anos, ele acabou desenvolvendo uma verdadeira obsessão pelas mulheres da família (a mãe e suas duas filhas).

“Após o término da amizade, que começou há cerca de 20 anos, o suspeito se sentiu desprezado e iniciou uma série de perseguições, em que enviava mensagens depressivas e intimidatórias, que se desdobraram em ações incendiárias contra as vítimas”, afirmou a delegada Raissa Celles, titular da 81ª DP.

Ao longo das investigações, os policiais localizaram filmagens das ações, que mostravam que o autor usava uma balaclava, o que dificultava a identificação. Os agentes levantaram outros indícios e descobriram a identidade do suspeito.

A equipe da 81ª DP realizou diligências e localizou o acusado. No momento da prisão, o detido negou a autoria dos fatos. Todavia, os investigadores viram queimaduras no corpo dele e, após o interrogatório, confessou e confirmou que pensava em praticar outros atos de vingança.

Com a prisão, os policiais conseguiram evitar mais um crime. O homem foi autuado por incêndio, violência contra a mulher e ameaça. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 2 =