Imóveis são desapropriados para alargamento de rua no Ingá

Pedro Conforte –

O gargalo no trânsito na Rua Doutor Paulo Alves, que liga a Zona Sul ao Centro de Niterói, pode estar com os dias contatos. Foi publicada ontem no Diário Oficial do município a desapropriação de dois dos imóveis da via. Apesar da publicação ter saído ontem, a Prefeitura não informou quanto a obra irá custar aos cofres públicos.

A via tem início na Praia das Flechas e segue até a Rua São Sebastião. No trecho logo após o supermercado Pão de Açúcar, uma das faixas é suprimida pelo avanço das construções, justamente na bifurcação com a Rua Presidente Pedreira, o que causa um nó no trânsito, independente da hora do dia. Com as desapropriações, não haveria mais supressão de faixa, possibilitando aos motoristas que vêm de Icaraí seguirem sem retenção para o Centro. Atualmente, os congestionamentos param parte da orla de Icaraí e, no sentido oposto, atravancam a Rua Presidente Pedreira até a altura da Faculdade de Direito da UFF.

O primeiro imóvel desapropriado é o de número 44, onde atualmente funciona uma clínica de avaliação do Detran. O segundo é um casarão geminado, que data de 1920 e não há informação se é tombado. No trecho até a Rua Justina Bulhões ainda há mais dois imóveis, mas a prefeitura não informou se e quando serão desapropriados.

“Ali realmente fica complicado o trânsito, são muitos carros que se juntam em uma pequena via. O fluxo é grande porque é uma das principais vias de acesso até o Centro. Ainda há ônibus que param em pontos, que travam ainda mais o trânsito”, explicou o Rodrigo Alves, de 34 anos, motorista de aplicativo.

Questionada sobre o preço do projeto, sobre os prazos e sobre as desapropriações, a Prefeitura de Niterói não respondeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 8 =