Igrejas apostam na internet para transmitir missas e cultos ao vivo

Wellington Serrano –

Seja com câmeras fixas ou equipes de filmagem, religiosos exploram a internet como alternativa à televisão e ao rádio. A equipe de reportagem de A TRIBUNA foi às Igrejas conferir as plataformas usadas para transmissão ao vivo de missas e cultos na região para saber como funciona e como é feito pelas redes on-line o confessionário virtual, o dízimo e as ofertas.

Nas igrejas católicas, o padre Ricardo Mota, coordenador do Setor de Comunicação da Arquidiocese de Niterói, disse que elas utilizam as redes sociais para comunicar, transmitir conteúdos digitais, encontros, missas e celebrações diversas. “A maior demanda, acontece pela plataforma do Facebook e também pelo site institucional, www.arqnit.org.br”, declarou o padre.

Ele disse que, apesar da evolução da internet, os sacramentos (Confissão, Comunhão, Matrimônio, etc), pela forma de ser, necessitam ser presenciais. “As pessoas que acompanham as missas pelas redes sociais, usufruem desse recurso. As pessoas enfermas e impossibilitadas de comparecerem na Igreja também. Muitas dessas pessoas, que estão em casa, doentes, recebem a eucaristia em sua própria residência, através dos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão, (MESC)”, disse Mota, que descartou nas igrejas um possível encontro com o padre online para falar sobre os pecados. “Não existe confissão sem ser presencial”, destacou.

Na Igreja Sara Nossa Terra, que fica no Fonseca, na Alamenda São Boaventura, os cultos de terças e quintas e nos fins de semana são sempre monitorados por uma equipe que, depois de editar o material, fornece para as páginas da igreja no Facebook. O diácono Tiago Pita, responsável por esta tarefa, afirma que essa é uma maneira de evangelizar. “Já tive testemunho de um rapaz que estava deprimido em casa e melhorou após acompanhar uma pregação de nossa bispa”, afirmou.

Em São Gonçalo, a Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina tem um culto ao vivo famoso pelos jovens. O pastor Acyr Gouveia é o responsável por alimentar o site www.ibmjcatarina.com.br e explica porque é importante aproveitar todos os canais de comunicação para levar a adoração para o Senhor. “A Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina é uma Igreja para todos, pois isso temos essa necessidade de levar a palavra. E a internet é este canal perfeito. Os que se sentem melhor aqui são pessoas imperfeitas. Somos uma Igreja de fortes convicções e não deixamos de divulgar isso para que as questões fundamentais com relação à nossa visão, missão, valores e propósitos sejam sempre lembradas”, realçou.

A evangélica Jéssica Rodrigues, da denominação Ministério Lado a Lado, em São Miguel, disse que a igreja que frequenta não utiliza a nova tecnologia, mas acha importante atuar pelas redes sociais. “No máximo algum membro, as vezes, filma alguma parte do culto, como o louvor, e posta depois do Youtube. Como sou antenada com isso acompanho de outras igrejas que tem a capacidade de investir na internet”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =