IFF promete concluir construção de unidade de Itaboraí em outubro

Anderson Carvalho

As obras de construção do Campus Itaboraí do Instituto Federal Fluminense de Educação, Ciência e Tecnologia (IFF), iniciadas em 2013, ficarão prontas em outubro deste ano. Quem garante é a própria instituição, após atraso de três anos do primeiro prazo de entrega das obras. O valor orçado do projeto é de R$ 10,9 milhões.

“As obras de construção do Campus Itaboraí, tiveram a Construtora Valença como vencedora da licitação, mas que apresentou problemas de desempenho, em especial, o descumprimento de prazos, inclusive de um TAC (termo de Ajustamento de Conduta) tendo seu contrato rescindido, sendo submetida às penalidades previstas no edital e na Lei.

Foi realizada uma nova licitação em 2015 que teve como vencedora a empresa LAX Construções que está executando a obra. Depois de algumas dificuldades em 2015, motivadas em parte por problemas de atrasos no repasse financeiro do governo federal, o ritmo de execução foi acertado e as obras caminham para conclusão, prevista para outubro de 2017”, informou o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional do IFF, José Luiz Sanguedo Boynard.

“Depois da retomada com a nova empresa, a obra não foi mais paralisada, entretanto, como foi dito, o ritmo inicial foi um pouco lento, em parte porque quando se retoma uma obra iniciada por terceiros, há um tempo de identificação do que foi feito, o que torna o desenvolvimento mais lento, e em parte porque coincidiu com período mais agudo da crise política onde se verificou atrasos nos repasses para pagamento da empresa, hoje plenamente regularizados”, disse o pró-reitor.

Segundo Boynard, o professor Paulo Rogério foi nomeado como diretor de implantação, e consta na agenda do reitor uma visita ao Campus Itaboraí no próximo dia 15, juntamente a um grupo de professores contratados para o campus, mas que em razão do atraso nas obras, estão provisoriamente lotados em Maricá.

Campus Maricá
A construção do novo campus está a cargo da prefeitura e o IFF iniciou suas atividades em 2015, no bairro Pedreiras, em uma antiga escola privada desapropriada pelo município, amparado em convênio no qual a prefeitura se comprometia em construir novo campus até o final de 2016, em Ubatiba. As obras, já iniciadas, não foram concluídas pelo governo anterior e, por isso, o convênio foi renovado. Agora, o ritmo foi acelerado, com previsão de entrega no fim do ano. Caberá ao IFF a federalização das atividades, a contratação dos servidores, compra de mobiliário e o funcionamento da instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − cinco =