Idosos vão soltar a voz em competição de música

Raquel Morais –

Gargarejo, repouso vocal, exercícios vocais, entonação e chá de gengibre. Essas são técnicas que os idosos já podem ir usando para se preparar para o Fest Voice da Maturidade 2018. O primeiro festival de música para a terceira idade ainda está recebendo inscrições e as audições vão acontecer no Teatro Popular Oscar Niemeyer, no Centro, no dia 10 de agosto, às 18h, com entrada gratuita. Para ser um dos cantores da maturidade é preciso ter mais de 60 anos, levar documento de identificação e um arquivo com o áudio ou vídeo cantando qualquer música.

O corpo de jurados contará com sete personalidades de Niterói que vão selecionar os inscritos e escolher 20 candidatos para a grande final. O idoso tem até dia 15 de julho para preencher a ficha no Quiosque do Idoso, no Niterói Shopping, que fica na Rua da Conceição, 188, no Centro. A organização do evento está sendo feita pela Secretaria do Idoso de Niterói.

“Esse festival tem o perfil de buscar talentos acima de 60 anos que já têm experiência de vida e que gostam de cantar. O intuito é integrar e criar alternativas de cultura e entretenimento na terceira idade. Essa ideia veio após pedidos dos próprios idosos e por isso é importante ouvi-los”, comentou o secretário Beto Saad.

E para os três melhores cantores a premiação será generosa: R$ 3 mil para o primeiro lugar, que também ganhará duas diárias no Haras Morena Resort; R$ 2 mil para o segundo e R$ 1 para o terceiro.

A aposentada Maria Fanny, de 76 anos, já garantiu sua inscrição e está ansiosa aguardando ser selecionada. “Eu adoro cantar e desde pequena sempre gostei de todos os estilos de música. Eu também escrevo algumas músicas e sou muito curiosa. Gosto do meio cultural e isso faz bem para a minha alma e para o meu dia a dia. Os aposentados vivem uma situação difícil e temos que ter um lazer e isso faz muito bem”, explicou a moradora de Piratininga, na Região Oceânica, que também faz parte de três corais em Niterói.

Ela explicou que já tem o repertório escolhido caso seja selecionada.

“Vou cantar um samba escrito por mim que se chama ‘Por que fui me aposentar?’. Será uma crítica construtiva e alegre sobre o aposentado”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 11 =