Idoso é preso acusado de matar candidato a vereador em Paraty

Um idoso de 60 anos foi preso em flagrante por policiais da 167ª DP (Paraty) acusado de matar na última quarta-feira no bairro de Mangueira, em Paraty, um candidato a vereador. O motivo do homicídio qualificado, de acordo com os agentes teria sido fútil: o envolvimento da vítima, Valmir Tenório, com a ex-mulher de um traficante de drogas da região da Ilha das Cobras e uma proximidade de pessoas ligadas a um grupo criminoso rival ao dos assassinos. Mais dois homens suspeitos de participarem da execução são procurados pela polícia.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Marcelo Russo, o exame de necropsia do corpo da vítima foi solicitado assim como imagens de câmeras de segurança que possam ter registrado o crime. Familiares e testemunhas estão sendo ouvidas pelos agentes para a resolução do caso. O delegado informou ainda que neste primeiro momento descarta motivação política por Valmir não ser envolvido com nenhum grupo político ou ser muito conhecido.

O candidato a vereador deixa uma mulher e três filhos. Ele era garçom há 30 anos e concorria pela primeira vez a um cargo no governo. Valmir chegou a ser levado para um hospital da região, a unidade municipal hospitalar Hugo Miranda, mas não resistiu aos ferimentos. O Partido dos Trabalhadores (PT) lamentou a morte do candidato e pediu por empenho e rigor nas investigações, segundo declaração do presidente do partido no Rio, João Maurício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 7 =