Idosa desaparecida em Niterói: família suspeita de encontro via app de namoro

A família da moradora da Comunidade do Preventório, em Charitas, Sandra Santos, de 61 anos, está aflita deste o último sábado (13) pela manhã, após ela sair de casa sem dizer para onde ia e, desde então, não dar notícias. De acordo com o filho dela, Diego Azeredo, de 35 anos, a mãe não costuma ficar por tanto tempo sem se comunicar.

De acordo com Diego, Sandra saiu de casa ainda nas primeiras horas da manhã de sábado. Desde então não atendeu mais ligações tampouco apareceu nas redes sociais. Ele relata que, na manhã desta terça-feira (16), os perfis dela no Facebook e WhatsApp ficaram online por um breve período. No entanto, os contatos dos familiares não foram respondidos.

“Minha mãe mora no Preventório e eu no largo da batalha. Última vez que ela mandou mensagem foi no sábado, por volta de 6h. Meu pai a viu saindo e, desde então, não conseguimos mais ter contato com ela. Divulgamos nas redes sociais, pedimos para compartilha e, hoje, parece que acessaram o Facebook e WhatsApp dela. Acredito que se fosse ela, teria entrado em contato”, disse.

Quem comunicou Diego sobre o desaparecimento foi o pai dele, ex-marido de Sandra, mas que ainda mora no mesmo terreno que ela. O pai disse ao filho que saiu de casa pouco depois da ex-esposa, para passar o final de semana na casa da namorada. Quando voltou, na segunda-feira (15), vizinhos disseram que Sandra não havia aparecido. O filho mora em outra região da cidade, no Largo da Batalha.

“Minha mãe não é de fazer isso, tem uma cachorra que cuida como uma filha, ontem quando meu pai chegou em casa precisou arrombar a porta para dar ração. Sei que minha mãe estava conhecendo uma pessoa por um site de relacionamento. Ela não disse onde ia. Acredito que ela tenha marcado um encontro. Na segunda registrei o caso na 79ª DP, já procuramos nos hospitais e nada”, prosseguiu.

Diego descartou que a mãe tenha problemas de saúde que levassem a uma desorientação, por exemplo. Ele relatou que Sandra possui apenas problemas renais e auditivos. O filho pede para que quem possua informações sobre o paradeiro da mãe entre em contato com ele pelo telefone (21) 98958-8888. Também é possível encaminhar informações pelo Disque Denúncia em (21) 2253-1177.

“Minha mãe ultimamente estava com problemas nos rins, fez exames. Audição dela é prejudicada, mas ela escuta pouco. A princípio nenhuma suspeita de problema neurológico. Não há nenhuma pista, notícias. Meu pai me avisou na segunda que ela tinha saído no sábado e não retornado. Ele só demorou a perceber porque estava na casa da namorada dele”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 12 =