Hospital Veterinário da UFF permanece fechado

O Hospital Veterinário da UFF (Huvet), no bairro Vital Brazil, permanece fechado e sem previsão de retorno. Quem precisa levar seus bichinhos de estimação no veterinário está encontrando dificuldade para um atendimento com preço popular e de qualidade. Apesar de estar sem atividades, os profissionais continuam trabalhando remotamente e alguns estagiários e residentes estão se aprimorando em hospitais humanos, como o Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap), no Centro de Niterói.

A jornalista Aline dos Santos, 31 anos, precisou de atendimento no Huvet para sua cachorrinha Mila, mas não conseguiu e teve que pagar um veterinário particular.

“Acho importante a cidade de Niterói ter um hospital veterinário de referência e foi uma pena não ter conseguido atendimento. Mas entendo o período de pandemia e acho que nesse momento foi necessário o fechamento. Já tive informações de amigos que têm pets que esse hospital é muito bom. E para quem ama os animais não tem coisa melhor do que ver amor no profissional que a gente confia nossos animais”, pontuou.

A médica veterinária e professora da Faculdade de Veterinária da UFF, Juliana Ferreira de Almeida, explicou que apesar do hospital estar fechado, o trabalho está acontecendo remotamente.

“Ficamos com funcionários administrativos e da limpeza reduzidos e não tivemos como manter o atendimento externo. Mas os residentes estão distribuídos em algumas ações de hospitais humanos ajudando em diagnósticos e análises de resultados de exames de sangue, por exemplo. Eles recebem uma bolsa e trabalham com saúde pública e isso envolve tudo. Esse hospital é muito importante para cidade e atende boa parte no município de Niterói e outros também, como São Gonçalo, por exemplo”, frisou.

A responsável pela área de residência do Huvet  disse também que a partir de setembro as aulas vão voltar de modo remoto. “Temos que adaptar a essa nova realidade. Temos que preservar a distância e nos adequar a esse novo modelo de ensino. Temos turmas com 60 alunos e seria inviável a aula presencial nesse contexto. Eu já estou orientando alguns alunos que estão com projetos de forma remota e vamos nos remodelando para isso”, finalizou Juliana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =