Hospital Santa Cruz reduz dívida com ex-funcionários

Anderson Carvalho

Perto da inauguração da Policlínica de Niterói, no próximo dia 12, a atual diretoria da Sociedade Portuguesa de Beneficência de Niterói (SPBN), tem a comemorar a redução da dívida com os cerca de 800 ex-funcionários do Hospital Santa Cruz, no Centro, que está fechado há mais de quatro anos. Além disso, pretende alugar os oito prédios anexos do terreno do HSC para empresas de saúde e assim, pagar todos os débitos trabalhistas e tributários. Ainda não há previsão para reabrir o hospital com recursos próprios.

“Temos pago R$ 60 mil por mês aos ex-funcionários e já quitamos R$ 5 milhões das dívidas trabalhistas nestes últimos quatro anos, sendo R$ 3 milhões obtidos com aluguéis de imóveis e R$ 2 milhões em outros que foram leiloados. A dívida geral está estabilizada, em torno de R$ 130 milhões”, informou o presidente da SPBN, Vinícius Nery, que está no final do seu segundo mandato. Ele foi eleito pela primeira vez em 2014 e reeleito em 2016.

Em dezembro passado, a divida da Sociedade estava em torno de R$ 140 milhões, sendo mais de R$ 100 milhões em tributos federais e municipais. Há ainda possibilidade deste débito ser ainda mais reduzido. No último dia 19, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal reconheceu a imunidade tributária das sociedades beneficentes, incluindo hospitais e centros de saúde, o que tinha sido retirada durante o Governo Lula, em 2003. “Poderemos recuperar parte do que já pagamos. A decisão é retroativa”, contou Nery.

O contrato com a Policlínica de Niterói tem duração de cinco anos. Parte do arrendamento será usado para pagar os salários atrasados dos ex-funcionários e outra parte, em serviços médicos para os associados. Nery pediu ajuda a empresas de planos de saúde atuantes na cidade, além da Associação Médica Fluminense, para divulgação da intenção da SPBN de alugar os prédios anexos do hospital. “Alguns grupos começaram a nos procurar, mas as conversas ainda estão muito incipientes. Não tem nada definido”, disse o dirigente.

Eleição
A eleição para a diretoria da SPBN está marcada para o próximo dia 20. O grupo Beneficência dos Sócios, ao qual faz parte Nery, vai concorrer. Contudo, ele ainda não confirmou se vai encabeçar a chapa. “Autorizei a colocação do meu nome, mas, de repente, posso não ser o candidato a presidente. Estou cansado. É muita dor de cabeça”, disse Nery.

No mês passado, o advogado Elênio Moreira lançou a sua candidatura à presidência da instituição, colocando-se como oposição à atual direção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − seis =