Hospital incendiado em SG passa por nova perícia e suspeito é identificado em imagens

Um perícia complementar aconteceu nesta sexta-feira (25) no Hospital das Clínicas de São Gonçalo que pegou fogo ontem e deixou uma pessoa morta e outras três feridas. Câmeras internas do hospital flagraram um homem entrando no setor pouco antes do fogo começar. O delegado Alan Duarte, titular da 72ª DP, responsável pela apuração do caso, confirmou a informação e disse que um técnico de enfermagem prestou depoimento.

A vítima fatal foi identificada como Carlos Santos, de 62 anos. Ele era técnico em radiologia e se recuperava da Covid -19 quando o fogo começou na unidade do Centro de Terapia Intensiva (CTI) onde ele estava internado, no quinto andar. Outros dois pacientes ficaram feridos. Todas as vítimas estavam na ala reservada para pacientes em tratamento do coronavírus. Um funcionário do hospital que inalou fumaça foi encaminhado para o hospital de Icaraí.

Segundo o delegado, o hospital foi interditado e as investigações trabalham com duas hipóteses: incêndio criminoso ou curto-circuito.

Ainda de acordo com o delegado Alan Duarte, imagens das câmeras internas do hospital foram recolhidas e nelas é possível ver um homem entrando num setor e logo após ele sair, o fogo se inicia. Aalan informou que esse homem vai prestar depoimento nos próximos dias. O diretor do Hospital e Clínica São Gonçalo também será ouvido formalmente em breve.

Em nota, o Hospital e Clínica São Gonçalo informou que seguiu todos os protocolos de segurança para conter o incêndio, que seus funcionários não mediram esforços e que lamenta o ocorrido. Eles dizem que priorizaram o atendimento aos pacientes e comunicaram todas as famílias sobre as medidas que tomaram depois do incêndio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 4 =