Hospital de Campanha em São Gonçalo é finalmente inaugurado

Prometido pelo Governo do Rio de Janeiro para o fim de abril, o Hospital de Campanha de São Gonçalo, no Clube Mauá, no Centro, finalmente foi inaugurado na quinta-feira (18), mas com apenas 40 dos 200 leitos em funcionamento. A estrutura receberá apenas pacientes com Covid-19, que serão transferidos a partir do encaminhamento da rede pública de saúde. Quando estiver em plena capacidade, a unidade terá 120 leitos de enfermaria e 80 de UTI.

Terceira cidade com mais óbitos no Estado do Rio de Janeiro, São Gonçalo, de acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, registrou mais quatro óbitos em decorrência do novo coronavírus (Covid-19), na quinta-feira (18), chegando a 309 no total. Ao todo, São Gonçalo contabiliza 11.151 casos suspeitos, 2.918 confirmados, 1.011 descartados, 780 curados, 309 óbitos confirmados e 30 óbitos em investigação.

A unidade foi anunciada no fim de março, quando o governo divulgou que pretendia construir sete hospitais de campanha para fazer frente ao aumento da demanda que era previsto devido à pandemia de coronavírus. Entre eles, apenas o do Maracanã ficou pronto, com 400 leitos, e mais dois foram inaugurados pela iniciativa privada: o Leblon-Lagoa, na zona sul da capital, e o do Parque dos Atletas, na zona oeste – cada um com 200 leitos. Além destes, a Prefeitura do Rio de Janeiro construiu o Hospital de Campanha do Riocentro.

A secretaria prevê que o hospital de campanha de Nova Iguaçu será o próximo a entrar em funcionamento. As outras unidades prometidas são as de Casimiro de Abreu, Nova Friburgo, Duque de Caxias e Campos dos Goytacazes. O hospital de São Gonçalo será administrado pela Fundação Saúde, da própria SES-RJ, já que o governo do estado rompeu com a organização social Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas), após atrasos na construção e uma série de denúncias de irregularidades.

“Vários indicadores nos mostram que o contágio pela doença está em queda, mas é muito importante estarmos preparados para qualquer eventualidade. Este hospital será fundamental para a população de São Gonçalo e municípios vizinhos no suporte à vida. Estamos trabalhando para colocar todas as unidades em funcionamento”, disse o secretário de Estado de Saúde, Fernando Ferry.

Até o momento, o Governo do Estado entregou três hospitais de campanha: o Lagoa-Barra, no Leblon, e o Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, ambos com 200 leitos cada, construídos e geridos pela Rede D´Or; e o Maracanã, na Zona Norte do Rio, com 400 leitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *