Hospital Azevedo Lima será totalmente reformado

Pedro Conforte –

O Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal) passará por uma reforma completa, expandido 20% até o final do primeiro semestre de 2020. É o que afirmou ontem o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, durante a inauguração da nova sala de emergência da unidade médica. O espaço será focado agora em atendimento aos pacientes vítimas de trauma (acidentes automobilísticos, atropelamentos, perfuração por arma de fogo e queda, entre outros). Antes, a sala era dividida com outros pacientes.

“O projeto da reforma será entregue ainda este ano, o dinheiro já está separado. Esperamos até o meio do ano que vem passar de 250 para 300 leitos aqui no Azevedo Lima”, esclareceu Edmar Santos, que explicou também a importância da nova emergência da unidade.

Com sete leitos e três meses de obras, a nova emergência adota modelo utilizado em modernos centros de trauma dos Estados Unidos, que inclui a integração de todo o sistema de atendimento, desde o momento do resgate do paciente até o atendimento na unidade, tempo chamado de “Hora de Ouro”. Agora, sempre que um paciente vítima de trauma grave for levado ao Azevedo Lima por equipes de resgate, haverá contato prévio com a unidade para que a área de trauma receba informações referentes às condições do paciente. Nesses casos, a preparação para a chegada da vítima será feita antes mesmo da entrada do paciente, possibilitando a prestação do socorro imediata, aumentando a chance de sobrevivência e diminuindo a possibilidade de sequelas.

A partir de agora, o hospital contará com dois eixos distintos: um exclusivo para trauma e outro para pacientes clínicos, o que permitirá maior foco da equipe assistencial nos diferentes tipos de atendimento.

“A nova estrutura vai aumentar a eficácia para o serviço prestado ao cidadão. Além dessa nova área, outras melhorias já foram realizadas este ano na unidade, que já teve 81 equipamentos de ar-condicionado instalados nas enfermarias e teve todo o primeiro andar revitalizado. As ações favorecem a humanização do atendimento, um dos nossos principais focos”, explicou o secretário.

O governador Wilson Witzel esteve ontem na unidade médica para a inauguração e presenciou uma simulação de atendimento. “É obrigação do governo investir 18% do orçamento em saúde e cobro todos os dias o secretário para que isso seja feito. Para esta nova emergência, os profissionais realizaram capacitação fora do país. Teremos atendimentos com padrão internacional”, contou o governador.

Capacitação

Para a implementação do novo modelo de atendimento ao paciente politraumatizado, toda a equipe assistencial de trauma do Azevedo Lima recebeu treinamento teórico e prático. Os cursos foram oferecidos por equipes de emergências médicas do Corpo de Bombeiros e instrutores do Samu, além de profissionais da própria unidade. Além dos cursos, também foram realizadas reuniões técnicas para apresentação do novo modelo de atendimento para equipes de resgate e de unidades que mais transferem pacientes para o Heal.

A unidade passa a contar com sete leitos exclusivos para o atendimento aos pacientes com trauma, um leito de contingência, além de cinco leitos para os casos clínicos e outros dois para trauma infantil, sala de sutura, posto de observação médica e farmácia satélite exclusiva para a emergência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 13 =