Homicídio doloso registra queda no Estado

Pelo segundo mês seguido, o homicídio doloso e a letalidade violenta (homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e morte por intervenção de agente do Estado) registraram queda no Estado do Rio de Janeiro. Em fevereiro de 2019, o indicador homicídio doloso apresentou uma redução de 28% em relação ao mesmo período do ano passado. Este foi o mês de fevereiro com o menor número de vítimas nos últimos 28 anos e desde agosto de 2015. Em relação a janeiro deste ano, a queda foi de 17%.

Já no indicador letalidade violenta, a queda foi de 16% em relação a fevereiro do ano passado e de 15% quando comparamos com janeiro de 2019. Os roubos seguidos de morte (latrocínio) também apresentaram queda expressiva em fevereiro: foram oito vítimas no mês em 2019 e 21 no mesmo período do ano passado. As mortes por intervenção de agente do Estado aumentaram 42% em relação a fevereiro de 2018. Quando comparamos com janeiro deste ano, a queda foi de 9%.

Os crimes contra o patrimônio como roubo de veículos e roubo de cargas também continuaram apresentando redução em fevereiro. Nos roubos de veículos, a queda foi de 26% no estado em relação a fevereiro de 2018 e, em relação a janeiro deste ano, a redução foi de 6%. Já os roubos de carga reduziram 13% em relação a fevereiro do ano passado e, quando comparamos com o mês anterior, a queda também foi de 13%. O roubo de rua (a transeunte, de aparelho celular e em coletivo) se manteve estável no mês de fevereiro: aumento de 1% em relação a fevereiro de 2018. Porém, quando comparamos o indicador com janeiro deste ano, houve uma queda de 6%.

Comparação entre fevereiro de 2018 e fevereiro de 2019 por AISP

No mês de fevereiro, duas Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs) da Zona Norte da Capital apresentaram quedas expressivas em diversos indicadores: a AISP 03 (Méier e adjacências) registrou, pelo segundo mês seguido, a maior diminuição em roubo de rua, a segunda maior em roubo de veículo e a terceira maior em roubo de carga; e a AISP 16 (Olaria e adjacências) teve a maior redução de roubos de carga.

Na Baixada Fluminense, a AISP 20 (Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis) apresentou a maior queda em roubo de veículos e a terceira maior em homicídio doloso. A AISP 12 (Niterói e Maricá) apresentou a segunda maior diminuição de roubo de rua e a terceira maior de homicídio doloso.

Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública são referentes aos Registros de Ocorrência (RO) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *