Homem de confiança do PCC abriria pousada em Búzios

Policiais civis da 132ª DP (Arraial do Cabo), na Região dos Lagos, prenderam, na última terça-feira (13), Décio Gouveia Luiz, apontado como homem de confiança de uma dos criminosos mais perigosos do país, Marcos Willians Herbas Camacho, mais conhecido como Marcola, principal liderança do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção que atua principalmente na cidade de São Paulo.

De acordo com os policiais, Décio tinha planos de abrir um “negócio” na Região dos Lagos, mais preciosamente uma pousada. Também, segundo relato dos agentes, na hierarquia da facção criminosa, uma das mais temidas do Brasil, Décio teria assumido o lugar de Rogério Jeremias de Simone, conhecido como Gegê do Mangue, que morreu há pouco tempo. A facção a que Décio é ligado promove, além de várias modalidades de crimes como tráfico e sequestros, por exemplo, rebeliões em penitenciárias de vários estados, sem falar que recentemente ainda manteria contato com criminosos de outras facções do Rio.

O titular da 132ª DP, delegado Renato Mariano, afirmou que a prisão foi de extrema importância no sentido de evitar que essa perigosa relação entre criminosos oriundos de São Paulo e do Rio continuasse. No trabalho de investigação, a polícia apurou que Décio se escondia em Arraial do Cabo, mas cuidava de uma obra numa casa de alto padrão, em Búzios, onde afirmou que pretendia morar e abrir a pousada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *