Guerra do tráfico contabiliza mais mortes em Niterói

Augusto Aguiar –

A Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) passou a investigar uma possível relação entre uma violenta disputa pelo controle do tráfico na Zona Norte de Niterói, que gera apreensão na região a cada dia, e a execução na madrugada de ontem (4), de um homem, identificado como Carlos Eduardo Gomes de Sousa, de 30 anos. Seu corpo foi encontrado na Travessa Santo Cristo, acesso à comunidade do mesmo nome, no Fonseca, e apresentava diversas marcas de tiros.

Segundo a polícia, Carlos, que possuía anotação criminal por tráfico, teria sido morto por volta das 2h, atingido por pelo menos dez tiros de calibres 9 milímetros e 5.56 (fuzil). Agentes da especializada acreditam que a versão mais provável na linha de investigação do crime seria a de disputa de facções criminosas na região, pois a vítima morava no Santo Cristo.

Na manhã de terça-feira policiais civis e militares já estavam em alerta, diante de um informe de que traficantes fortemente armados estariam tentando invadir os pontos de venda de drogas, no bairro Tenente Jardim, também na Zona Norte. Policiais do 12º BPM (Niterói) reforçaram o patrulhamento na área. Relatos foram postados nas redes sociais, e outros também dando conta que pelo menos 30 marginais armados com fuzis teriam sido vistos se deslocando para tentar invadir a comunidade Nova Brasília, na Engenhoca. Os invasores seriam ligados à facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP) e estariam tentando expulsar rivais do Comando Vermelho (CV) de redutos da Zona Norte.

A recente prisão de um dos líderes do CV na Zona Norte de Niterói, Levi do Bumba, e o retorno de antigos líderes do tráfico que estavam em prisões de segurança máxima fora do estado, segundo fontes policiais, ter desencadeado a disputa entre criminosos rivais na cidade. Vale lembrar que na tarde de terça-feira (3) policiais do 12º BPM realizaram uma operação no Morro do Estado, intervindo outra violenta disputa pelo controle da venda de drogas entre CV e TCP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 5 =