Guerra do tráfico acaba com a paz em São Lourenço

Augusto Aguiar

Se os moradores do bairro São Lourenço, na Zona Norte, estavam em algum momento tendo uma rotina tranquila com relação à criminalidade, essa paz terminou desde a noite de sexta-feira (31) passada, quando traficantes fortemente armados, ligados à facção criminosa Comando Vermelho (CV), vindos dos morros do Serrão (Cubango) e Juca Branco (Fonseca), somaram forças para invadir e tomar os pontos de venda de drogas na comunidade do Boa Vista, da facção rival ADA. Desde então, as noites de sábado, domingo e segunda-feira foram marcadas por confrontos. Policiais militares do 12º Batalhão foram acionados e chegaram a trocar tiros com os criminosos, mas as incursões não resultaram em prisões ou apreensões na região.

Na manhã de terça-feira (1º), as aulas no Colégio Estadual José Bonifácio, na Rua Carlos Maximiano, próxima a entrada dos morros Boa Vista e Juca Branco, foram suspensas devido ao risco de novos confrontos e de balas perdidas. A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) confirmou a suspensão das aulas, acrescentando que as mesmas seriam repostas.

A equipe de investigação da 78ª DP (Fonseca) explicou que o chamado “bonde” de traficantes, que partiu dos morros do Serrão e Juca Branco, teria sido comandado por dois criminosos, um deles identificado como Marcos Vinícius Lima dos Santos, conhecido por Coruja, e outro apenas nomeado como Felipe. O primeiro é alvo de investigação da Polícia Civil e teve o pedido de prisão acatado pela Justiça por tráfico. Também não foi a primeira vez que traficantes dessa comunidades se enfrentaram. No início do ano o incidente foi inverso, quando traficantes do Boa Vista tentaram invadir o Serrão e Juca Branco, o que gerou novo confronto na ocasião. Segundo policiais civis, o tráfico na comunidade do Boa Vista ainda seria controlado pelo criminoso conhecido como Hulk, que cumpre pena por tráfico e homicídio. Os relatos sobre os confrontos que ocorreram desde sexta-feira foram parar nas redes sociais, assim como boatos de que aliados de facção, da comunidade do Sabão, também do bairro São Lourenço seguiriam para o Boa Vista a ajudar os comparsas da localidade e evitar a invasão.

Nas redes sociais
“Relatos de um intenso tiroteio no Morro da Boa Vista. Quase uma hora de intenso tiroteio na região. Atenção aos moradores voltando para suas casas”. “Já perderam o Boa Vista. O próximo será a Mineira (no Rio) se ligam só”. “Traficantes do CV prevaleceram até o momento na comunidade do Boa Vista. Traficantes que eram ligados ao ADA teriam pulado para o CV e um deles conhecido como Felipe teria puxado o Bonde para que essa invasão fosse realizada. As comunidades envolvidas nessa invasão seria Juca Branco e Serrão. Atenção aos moradores da região”. “O QG do Comando Vermelho agora é São Gonçalo e Niterói! Sem papo de torcedor não vai demorar muito pra tomar o Fonseca e tirar o restinho do ADA em São Gonçalo”.

No início do mês de outubro outro confronto de facções rivais acabaram com o sossego dos moradores de comunidades com o Santo Cristo, na Zona Norte. De acordo com policiais, traficantes da Vila Ipiranga (CV) tentaram invadir e tomar os pontos de venda de drogas de rivais da facção TCP, no Morro Santo Cristo.

Houve enfrentamento e registro de dois mortos na localidade. Uma adolescente teria sido agredida por criminosos e PMs do 12º Batalhão foram recebidos a tiros. Em resposta, os policiais realizaram uma operação na localidade, que resultou em dois menores infratores (de 16 e 17 anos) autuados, assim como apreensão de um fuzil de fabricação russa, modelo AK-47, um carregador para fuzil calibre 7.62, dois sacos contendo um quilo de maconha cada, 115 tabletes de maconha e um rádio transmissor. Mais uma vez surgiu o informa que traficantes do VC estariam tentando unificar o controle da venda de drogas na Zona Norte de Niterói, invadindo comunidades dominadas por facções rivais na região, sobretudo no bairro do Fonseca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.