Armamento da Guarda terá consulta pública em outubro

A Prefeitura de Niterói fará uma consulta pública no dia 29 de outubro para saber a opinião dos moradores da cidade sobre o armamento da Guarda Municipal. O anúncio foi feito pelo prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, durante a formatura de 91 guardas no Curso de Qualificação Profissional (CQP), na Cidade da Ordem Pública, no Barreto, nesta terça-feira (08).

Poderão participar da consulta pública todos os moradores da cidade que estiverem com seus direitos eleitorais assegurados na data da consulta. “O cidadão de Niterói será convidado a participar da consulta pública que a Prefeitura de Niterói, de forma democrática, vai fazer para decidir sobre o novo papel que a Guarda Municipal deve exercer diante dos desafios da segurança pública”, disse o prefeito.

Neves destacou os investimentos feitos na Guarda Municipal nos últimos anos, com ênfase na formação e treinamento dos agentes, o que qualifica a corporação para novos desafios. “Essa é uma decisão muito estratégica e muito importante para Niterói. A Guarda não substituiria a Polícia Militar no confronto direto à criminalidade, ao tráfico de drogas. Ela faria aquilo que a Polícia Militar deixou de fazer na cidade por falta de efetivo, por falta de infraestrutura, que é a ação ostensiva nos locais de grande movimentação da cidade e nos bairros, para que a gente tenha uma Niterói melhor para se viver e ser feliz”, enfatizou.

Formação
O Curso de Qualificação Profissional, com ênfase em gestão e estratégia, teve carga horária de 336 horas e foi destinado aos guardas que têm entre 10 e 20 anos de efetivo serviço. Os agentes aprenderam sobre gestão de conflitos, conhecimento do espaço urbano, o papel dos movimentos sociais, sistemas de inteligência, saúde física e mental, entro outros temas. Participaram da formação 88 guardas de Niterói, dois de Rio Bonito e um de Silva Jardim.

“A Guarda Municipal passa por um novo momento. Ganhamos uma nova sede com a construção da Cidade da Ordem Pública, tivemos nosso efetivo dobrado e estamos apostando na qualificação dos nossos agentes com a realização de cursos como este, que tem um corpo docente de excelência formado por mestre e doutores. Uma guarda de excelência não se ganha, se constrói. E é isso que estamos fazendo. Até 2020, chegaremos a mil guardas na cidade, que é o limite permitido”, disse o secretário municipal de Ordem Pública, Gilson Chagas.

Os guardas que receberam certificado e têm mais de 10 anos de serviço poderão concorrer aos cargos de coordenador e subinspetor, e aqueles com mais de 20 anos, poderão concorrer a cargos de inspetor, inspetor adjunto e inspetor geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 19 =