Grupos culturais têm projetos aprovados pelo Estado

Mais uma grande conquista para três grupos culturais de Quissamã. Foi apresentado na semana passada, o resultado da seleção de apresentações culturais da VI Semana Fluminense do Patrimônio, com foco no patrimônio imaterial fluminense. Na região Norte foram inscritos sete projetos, dos quais três foram habilitados. Foram eles: Banda Musical União Quissamaense / Concerto popular (BMUQ) / Alrenio Belarmino; Boi Malhadinho Surubim / Boi Malhadinho – Brincadeira, cultura e tradição / Alencar Miguel dos Santos; e Jongo Tambores de Machadinha / Saravá, jongueiro! / Wagner Nunes Firmino.

As propostas por artistas independentes ou grupos culturais receberão apoio para realização no estado do Rio de Janeiro, entre 16 de janeiro a 19 de fevereiro de 2017. A apresentação do grupo de Jongo Tambores de Machadinha será no dia 10 de fevereiro; já a da Banda Musical União Quissamaense, no dia 11 de fevereiro; e do Boi Malhadinho Surubim, no dia 19 do mesmo mês.

Embora a seleção previsse a realização de duas apresentações culturais em cada uma das regiões do território fluminense (Centro Sul, Costa Verde, Grande Rio – Metropolitana, Médio Paraíba, Norte, Noroeste, Região dos Lagos, e Região Serrana), algumas regiões não apresentaram projetos e outras apresentaram projetos em desacordo com as premissas da Chamada Pública. Dessa forma, algumas regiões tiveram número maior de projetos contemplados, respeitando o total de 16, conforme previsto na referida Chamada.

A seleção foi realizada de acordo com os objetivos da Semana Fluminense do Patrimônio e foram habilitadas apresentações culturais que exibam, divulguem e valorizem o patrimônio cultural imaterial fluminense e contribuam para a continuidade e o fortalecimento das identidades culturais no estado do Rio de Janeiro.

A coordenadora de Cultura, Mariana Barcellos, destaca que a equipe da Coordenadoria de Cultura busca auxiliar os grupos culturais sempre nos preenchimentos dos editais e chamadas públicas, pois é uma forma de disseminar a cultura local e ajudá-los a captar verba para a continuidade das atividades que acontecem durante o ano.

“Quissamã sempre esteve inserida no cronograma da Semana Fluminense de Patrimônio. A equipe da Coordenadoria de Cultura está muito satisfeita em ver três grupos culturais tradicionais serem habilitados nesta Chamada Pública”, ressaltou Mariana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 18 =