Grávidas podem ter direito a vagas preferenciais em estacionamentos

Aline Balbino

Quem já foi mãe sabe a dificuldade que é andar com aquele barrigão ou com bebês pequenos no colo. Pensando nisso, foi criado projeto de lei, de número 2.272/13, da deputada Lucinha (PSDB) que estabelece que estacionamentos de shoppings, centros comerciais e hipermercados deverão ter vagas reservadas para gestantes e pessoas com crianças de colo de até dois anos. A norma determina que a grávida tenha direito à vaga durante todo o período gestacional. O estabelecimento que não cumprir a determinação poderá receber multa diária de R$ 500. O valor da multa deverá ser atualizado anualmente de acordo com a variação de Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Atualmente há vagas exclusivas para idosos e deficientes. Aline Lorraine Brito, de 24 anos, é mãe do pequeno Ivan, de dois. Ela explicou que é difícil andar com criança, bolsa e carrinho de compra.

“Eu acho que é bem interessante colocar vagas mais perto da entrada dos mercados porque a gente acaba tendo que andar muito. Normalmente só sobram vagas bem longe da entrada e é difícil carregar criança, carrinho de compra, bolsa. Seria bom que colocassem vagas perto da entrada”, disse.

A deputada Lucinha disse ainda que mães com crianças de colo têm dificuldade em encontrar vagas que possibilitem a abertura das portas para a entrada de carrinhos de bebê.
“Quando se cria uma forma de penalizar o estabelecimento, fica mais fácil da norma ser cumprida. O primeiro trimestre de gravidez é o mais crítico, pois nesta fase acontece a maioria dos abortos espontâneos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *