GP de Melbourne terá três zonas para acionar asa móvel

A Fórmula 1 divulgou o acréscimo de uma zona de DRS ao circuito de Albert Park, no GP da Austrália. Será a primeira corrida na história com três zonas de acionamento do dispositivo da asa móvel, facilitando as ultrapassagens, desde que foi implantado em 2011.

O dispositivo que reduz o arrasto da asa traseira quando o carro está a menos de um segundo do adversário à frente em zonas pré-determinadas nas pistas não é queridinho unânime no circuito e entre amantes da categoria, mas segue ganhando espaço na F1.

O GP da Austrália, por exemplo, começou a temporada de 2011 com apenas uma zona de acionamento, na reta dos boxes. Depois, um segundo ponto de detecção da distância foi acrescentado logo na saída da curva 2, com uma nova zona de uso da asa móvel até a freada da curva 3. A nova área de aferição da diferença entre dois pilotos será adicionada antes da curva 10 e o DRS poderá ser acionado na reta entre as curvas 11 e 12.

A principal razão para o ponto extra é ajudar os pilotos a se aproximarem dos carros à frente para que ele possa tirar proveito da zona de detecção original após a Curva 14. O circuito de Melborne é considerado um dos mais complicados para mudanças de posições, e isso deve aumentar as ultrapassagens.

O GP que abre a temporada da F1 acontece a partir de hoje, em Melborne.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *