Golpe do Reboque na RO: vídeo mostra carros destruídos em desmanche

A Polícia Civil continua avançando na investigação dos casos de furtos de carros, na Região Oceânica de Niterói, na qual criminosos usariam reboques para levar os veículos. A distrital instaurou um segundo inquérito, para apurar crimes de receptação contra ferros-velhos suspeitos de serem o destino dos automóveis furtados pela quadrilha.

O caso está sendo investigado, desde a última terça-feira (25), pela 81ª DP (Itaipu). Segundo o delegado titular, Fábio Barucke, ao longo desta semana foram realizadas diligências a dois ferros-velhos, localizados em Itaboraí e São Gonçalo, suspeitos de envolvimento com o esquema. Além disso, pelo menos cinco suspeitos já foram identificados.

“Instauramos inquérito por crime de receptação e realizamos pericia de local e apuração. Nesse inquérito de receptação, está sendo apurado também os furtos feitos pelos autores que contratavam os reboquistas. Tem uns cinco suspeitos identificados e só ao final da investigação que serão indiciados”, esclareceu Barucke.

Policiais abriram inquérito sobre receptação – Vídeo: Enviado pelo leitor A TRIBUNA

Cabe ressaltar que há outro inquérito em aberto, para apurar o crime de furto. Nesta investigação, foi preso em flagrante um dos reboquistas envolvidos em um dos casos. Ele havia sido conduzido à 81° DP, ainda na terça-feira, na condição de testemunha, mas, diante dos fatos, a delegacia resolveu enquadrá-lo no crime de furto. Ele foi flagrado tentando levar um carro na Avenida Prof. Romanda Gonçalves, em Itaipu e, até aqui, é o único preso relacionado ao caso.

Imagens de câmeras de segurança capturaram o momento em que um caminhão estava prestes a levar um carro, mas acabou impedido por populares. De acordo com testemunhas, um homem, apontado como mandante, teria fugido do local, assim que a ação foi percebida. O homem, em um carro modelo Mitsubishi Pajero, teria orientado o reboque a levar um carro, que estava estacionado na porta de uma oficina mecânica.

Entretanto, vizinhos estranharam a movimentação e alertaram ao dono do estabelecimento, este que, por sua vez, comunicou o ocorrido ao proprietário do veículo. Populares conseguiram impedir que o automóvel fosse levado e o suposto mandante conseguiu fugir. Cabe ressaltar que a investigação permanece em andamento. A polícia não confirma participação da empresa de reboques nos casos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 5 =