Gerente da Shell sumido no Rio é achado morto em Rio das Ostras

A Divisão de Homicídios do Rio (DH-Capital) passou a investigar, desde o fim de semana, as circunstâncias da misteriosa morte do gerente da Shell Brasil Petroleo, Vágner Franco, cujo corpo foi encontrado com pés e mãos amarrados e com marcas de tiros e facada, na Praia do Norte, em Rio das Ostras, Região dos Lagos, no domingo (11). A vítima estava desaparecida desde a quinta-feira da semana passada. Em nota oficial, a Schell lamentou a morte do funcionário: “A Shell Brasil confirma, com pesar, o falecimento do funcionário Vagner Franco. Vagner estava desaparecido desde quinta-feira à noite, e a família confirmou sua morte neste domingo. A Shell Brasil lamenta a perda de um funcionário tão dedicado, e se solidariza com a família – a quem estamos disponibilizando apoio, inclusive psicológico, caso assim o desejem – e com os amigos de Vagner. Esperamos que as circunstâncias de sua morte sejam esclarecidas rapidamente pelas autoridades”.

Familiares de Vágner reconheceram o corpo no Instituto Médico Legal (IML) de Macaé, no Norte Fluminense, através das roupas. Na quinta-feira passada Vágner deixou a mulher nas imediações de um estúdio fotográfico, no bairro Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, pouco antes do meio-dia, afirmando que em seguida compraria um café para filha que teria solicitado. Desde então não foi mais visto, sendo que o sumiço foi registrado na Delegacia de Descoberta de Paradeiros do Rio (DDPA). Ainda no domingo, inspetores encontraram o carro de Vágner na Avenida Gilka Machado, também no Recreio dos Bandeirantes.

A Polícia Civil apurou que o funcionário da Shell complementava sua renda, trabalhando como motorista de um aplicativo de transporte de passageiro. Embora não tenha descartado essa como uma das linhas de investigação, os agentes estão apurando de Vágner estaria passando por dificuldades financeiras, e esse poderia ter relação com sua morte.

A filha de Vágner, Lígia Lepre Franco, postou uma mesangem emocionada sobre o pai, em tom de despedida nas redes sociais. “Meu pai era um homem maravilhoso, um guerreiro, eu sinceramente estou sem palavras, me sinto como se estivesse em um pesadelo sem fim. Tenho muito orgulho de falar que esse homem é meu pai, meu superpapai, que sempre me ajudou e esteve do meu lado em todos os momentos, sempre se esforçou para eu ter uma vida melhor. Espero que ele esteja em um lugar melhor, cheio de paz, alegria e felicidade. Desejo que Deus abençoe, proteja e ilumine o seu caminho. Você é, era e será tudo para mim, meu super-herói, que me ensinou a ser a mulher que sou hoje. Devo tudo por você, que deu a sua vida pela minha, você sempre será meu herói e meu modelo de ser humano. Eu te amo (…)”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *