Geração de emprego e segurança na pauta de Alexandre Knoploch

O empresário e deputado estadual eleito com 103.639 votos, Alexandre Knoploch (PSL), de 32 anos, em visita, na tarde desta sexta-feira (08), à redação de A TRIBUNA, disse que será o maior defensor da sociedade na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) para diminuir impostos e dar facilidade para a produção. Na entrevista, o empresário tijucano disse que entrou na política “por estar cansado de ser roubado pelos políticos”, e que no plenário não aceitará o discurso do PSol. Na ocasião, ele falou das prioridades de seu mandato, que atuará na geração de emprego e na segurança.

Segundo ele, a boa aceitação do seu nome na campanha foi reflexo do conservadorismo do Bolsonaro, mas disse que não teve nenhuma ajuda da família. “Por isso, não sou tão a favor do conceito ‘a onda Bolsonaro’, mas é evidente que isso ajudou muita gente. Houve um mérito do presidente porque ele entendeu o cenário político e soube usar isso”, disse o deputado.

Diante de uma semana produtiva de atuação, o deputado falou que parece já ter ficado um ano na Alerj, diante do que chamou de “carrossel de emoções”. Sobre o PSL, o deputado, que é orgulho para a comunidade judaica, disse que acredita que fará muitos prefeitos em 2020. “Não tenho dúvida que, com a reforma da Previdência, o governo vai alavancar o país e teremos grandes resultados depois disso”, declarou.

MANDATO – Knoploch disse que sua prioridade na Alerj será o que prometeu na campanha: geração de emprego e segurança pública e ele explica que isso será possível através da criação da Câmara Metropolitana. “O Rio de Janeiro vai voar. Porque o Supremo Tribunal Federal (STF) fez uma súmula normatizando o que é o ente metropolitano. Aqui no Rio são 22 municípios da Região Metropolitana que terão tratados os temas do ordenamento do território, do saneamento básico, da mobilidade urbana, do enfrentamento aos efeitos adversos das mudanças climáticas, dos serviços de comunicação digital e das questões sobre moradia. Com isso, teremos vários projetos inclusive para Niterói e São Gonçalo que serão aproveitados e, com ajuda do senador Flávio Bolsonaro e do primeiro presidente do Rio de Janeiro, não tenho dúvidas que o nosso estado será a porta do desenvolvimento do Brasil”, declarou.

SEGURANÇA — Segundo Knoploch, resolver o problema da segurança pública não é simples, mas tem solução. “Primeiro é fazer entender que o vagabundo só tem dois caminhos: ou ir para a cadeia ou ir para o chão. Não tem outro jeito: passar a mão e dizer que ele é vítima da sociedade não é desculpa que o PSol usa. Conheço muita gente que veio da miséria e hoje são grandes empresários, professores e etc”, ressaltou o deputado.

ESTADO — Aliado do Estado, o deputado disse que acredita no novo governo. “Conheci o Wilson Witzel (PSC) antes dele ser governador. Conheço ele como pessoa e sei da sua seriedade. Acredito nele e acho que as coisas não vão se resolver no Estado da noite para o dia, mas estamos aí para ajudar com meu trabalho”, disse Knoploch.

BIOGRAFIA — Alexandre Knoploch tem 32 anos, é casado, pai de duas filhas e empresário do ramo de tecnologia da informação, atirador esportivo, morador da Tijuca e foi eleito deputado estadual eleito pelo PSL com 103.639 votos. Foi presidente da Associação de Moradores da Tijuca por dois anos e lá criou parcerias com entes da iniciativa privada na busca por melhorias nos índices de segurança pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *