Gasolina subiu 27,8% no estado no primeiro trimestre

Anderson Carvalho –

Os motoristas que forem aos postos abastecer os veículos de gasolina vão verificar que o combustível ficou 27,8% mais caro do que estava em janeiro deste ano. A informação é da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis de Lubrificantes (Fecombustíveis), sobre os custos da gasolina nas refinarias Petrobras, no período de 10 de janeiro a 19 de março. O aumento foi repassado para os postos.

Segundo a entidade, os preços da gasolina nos postos estão ligados diretamente aos preços das companhias distribuidoras, ou seja, se elas aumentam, geralmente, os postos também repassam os custos. Isto deve-se ao funcionamento da cadeia de combustíveis, que é composto por refinarias, distribuidoras e postos.

Em Niterói, por exemplo, esta semana, o preço médio encontrado nos postos é de R$ 4,779, o mínimo, de R$ 4,579, e o máximo, de R$ 4,999. Em 10 de janeiro, os preços eram, respectivamente, de R$ 4,757, R$ 4,484 e R$ 5,199. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo. Foram pesquisados 20 postos na cidade.

Em São Gonçalo, o preço médio é de R$ 4,784; o mínimo, R$ 4,550; e o máximo, R$ 4,999. Em 10 de janeiro, os preços eram, respectivamente, R$ 4,686; R$ 4,399 e R$ 4,999. Foram pesquisados 17 postos. Em Itaboraí, os preços hoje são R$ 4,695 (médio), R$ 4,679 (mínimo) e R$ 4,699 (máximo). Em janeiro eram R$ 4,685, R$ 4,599 e R$ 4,799 respectivamente. Em Maricá, os preços atuais são: R$ 4,779 (médio), R$ 4,599 (mínimo) e R$ 4,899 (máximo). Em janeiro eram, respectivamente R$ 4,889, R$ 4,599 e R$ 5,199.

Em Rio Bonito, os postos vendem o litro da gasolina a R$ 4,659 (médio), R$ 4,580 (mínimo) e R$ 4,792 (máximo). Em janeiro, vendiam a R$ 4,666, R$ 4,49 e R$ 4,89, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 15 =