Garotinho declara apoio a Romário e Lindbergh

Wellington Serrano –

O ex-governador Anthony Garotinho (PRP), ao lado de sua esposa Rosinha (mesmo partido), fez uma transmissão ao vivo em um rede social no início da noite desta sexta-feira (05) pedindo votos para Romário (Podemos), que atualmente aparece em segundo lugar nas pesquisas e também para o senador Lindbergh Farias (PT). Segundo ele, em conversa por telefone, o Baixinho se comprometeu a retomar obras da época do seu governo que estão paradas na Baixada Fluminense, assim como a duplicação da rodovia que liga Tribobo a Região dos Lagos.

Segundo Garotinho, a escolha de Romário se deu por ele ser um homem de origem humilde e do povo. “Uma pessoa que certamente bem orientada saberá o que fazer corretamente, ao contrário de Eduardo Paes e sua quadrilha que deixaram o Rio de Janeiro na lama em que está”, declarou. Para o ex-governador, a união é para derrotar também o deputado federal Rodrigo Maia, candidato à reeleição, e Sérgio Zveiter, suplente ao Senado do ex-prefeito César Maia.

“Foram eles que mais prejudicaram o Estado e representam a banda podre, que ao lado de Paes, fizeram alianças com o petrolão, mensalão e com o Sérgio Cabral, que montou esse esquema para assaltarem o Rio de Janeiro de novo”, lamentou Garotinho, ao acusar Paes de querer implantar a política de ideologia de gêneros nas escolas do Rio na época em que foi prefeito.

Na ocasião, Rosinha disse que as calúnias contra o marido vinham em parte da própria Justiça. “Tirou direito do povo votar ao implantar uma ditadura da toga”, disse ela, ao enfatizar que Garotinho foi o único candidato do país a ter os direitos cassados por causa de uma opinião. “Uma verdadeira ditadura. A lei no Brasil é conveniente para quem quer condenar ou absolver”, criticou Rosinha.

A ex-governadora, que estava muito emocionada, chegou a chorar durante a transmissão e disse que sua tristeza não era devido ao seu apoio ao Romário, mas pelo peso da perseguição. “Tomamos essa decisão no momento pela razão e emoção e queremos o melhor para o Rio de Janeiro”, realçou.

Garotinho disse que ficar fora da eleição foi um duro golpe. “Na vida não tem só momento de alegria. No domingo faço um pedido a você para que vá votar 19 para governador e 131 para Lindbergh Farias para senador e vamos derrotar aqueles que deixaram o Rio de Janeiro na lama. A história prepara momentos difíceis, mas na frente virá a alegria ao ver Romario derrotar o candidato Eduardo Paes, que junto com a sua quadrilha quer acabar de vez com o nosso estado”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *