Gallo pede à Cultura explicações sobre editais

O vereador Luiz Carlos Gallo (Cidadania) teve requerimento aprovado pelo Plenário da Câmara, no qual ele faz questionamentos à Secretaria de Cultura de Niterói, acerca dos editais de 2019 e 2020 de competência do órgão. A necessidade de enviar o ofício surgiu após uma reunião com Gallo, proposta por notáveis diretores, produtores, roteiristas, atores e fomentadores teatrais da cidade, que se sentem prejudicados com a forma como a atual Secretaria de Cultura produz os editais, que, segundo eles, “são documentos mal formulados, sem transparência e que deixam margem para desconfiança”.

No requerimento, o vereador Gallo pede uma série de informações ao titular da Secretaria de Cultura. O parlamentar faz indagações por exemplo, sobre a chamada pública prêmio Erika Ferreira – Nº 01/2020, questionando porque o resultado das seleções das propostas inscritas saiu apenas com o número de inscrição. Gallo também solicitou os nomes com os CPFs das pessoas agraciadas, o nome da proposta contemplada. E ainda porque o e-mail para recurso não consta no edital.

Ainda sobre chamada pública prêmio Erika Ferreira foi pedido os nomes dos curadores, profissão e relevância cultural em Niterói e se são residentes na cidade.

Já com relação ao edital 07/2019, o fomento direto para várias áreas da cultura, foi creditado na conta dos contemplados em março e abril de 2020, com a obrigação de cumprimento até 30/11/20. Solicita os nomes dos proponentes que não cumpriram essa obrigação, com o respectivo valor da quantia do empenho devolvida.

Em relação ao Edital Cultural  Nº 003/2019 os aprovados não foram chamados para executar seus projetos contemplados devido a pandemia da Covid 19.  Gallo solicitou as seguintes informações:

Com a “retomada”, porque está se contratando espetáculos que não estavam contemplados? Que tipo de documento público foi usado para estas contratações? E ainda, o que aconteceu com os projetos aprovados?

Na noite da última terça-feira (8), quando o Plenário da Câmara estava reunido, Gallo pediu à Mesa para discutir sua proposta e enfatizou que “o tema era de vital importância, pois se trata de um componente básico da sociedade que é a cultura e o entretenimento. E que a transparência e a democracia por parte da Secretaria de Cultura devem estar acima de qualquer coisa. Por isso que espera que as respostas convençam o pessoal da cultura, não só os que vieram a mim, como tantos outros que também se sentem prejudicados. Caso contrário eu vou convocar o secretário de cultura para poder se explicar aqui no plenário”.

2 thoughts on “Gallo pede à Cultura explicações sobre editais

  • 23 de dezembro de 2020 em 06:12
    Permalink

    Sem falar no atraso dos prestadores de serviço da FAN e da Secretaria de Cultura que estão sem receber seus salários do mês de dezembro, e não se tem previsão para o pagamento dos trabalhadores em pleno Natal e fim de ano.

    Resposta
  • 23 de dezembro de 2020 em 06:17
    Permalink

    Sem falar no atraso constante do salário dos prestadores de serviço da FAN e da Secretaria de Cultura, que em pleno fim de ano, e com a dificuldade enfrentada pelo COVID, ainda não pagou o salário de dezembro dos funcionários e dizem não ter previsão, já que estes tb não tem direito ao 13 salário. Esse assunto merece uma atenção !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =