Gallo: “Niterói hoje passou a ser uma cidade do esporte”

Animado com o futuro do esporte após recentes conquistas, como a licitação para as obras de revitalização da Concha Acústica, que será transformada no Parque Olímpico Municipal, o secretário municipal de Esporte e Lazer, Luiz Carlos Gallo, comemora, mas diz que falta muito coisa ainda para fazer no presente.

Segundo ele, um bom exemplo é a etapa do Circuito Mundial de Bodyboard realizado na cidade anualmente, o Itacoatiara Pro. Ele lamenta que na Praia de Itacoatiara, que é considerada o berço do surf, não tenha um canal de televisão local que transmita o mundial, já que é considerada a melhor etapa do circuito.

“Aqui, temos a transmissão da internet que joga a divulgação para mais de dois milhões de telespectadores. Já nos países mais evoluídos, é transmitido ao vivo nos principais canais de esportes, TVs aberta e fechada. Mas, um dia tenho certeza que alguma emissora de televisão aqui no país vai entender a importância desse esporte no Brasil para divulgar internacionalmente o nosso município”, ressaltou.

Gallo disse que pretende, com as futuras conquistas, promover os esportes populares da cidade através do futebol.

“Quero atender todas as camadas sociais de Niterói e, além de promover os esportes de elite como o Beach Tennis, nós estamos fazendo a nossa Copa das Comunidades, no campo do Cruzeiro, em Pendotiba. Serão 16 comunidades, sub-13, sub-14, além do feminino. Vamos uniformizar todas essas crianças e dar um kit lanche pós jogos, em função de ser, na maioria das vezes, a primeira refeição do dia para elas”, disse.

O secretário afirmou também que não vai abrir mão dos jogos escolares.

“São jogos que abrangem tanto a escola privada como a pública. Essa integração para que os alunos se sintam iguais é a nossa tônica. Temos quase 80 escolas, com alunos entre cinco faixas de idades para 16 categorias de esportes. Fizemos a abertura com 1.500 alunos no Salesiano com mais de 600 pais presentes”, realçou.

Segundo Gallo, a nível nacional, a canoagem de Niterói também é uma referência que ganhará apoio.

“No país hoje temos 15 clubes de canoagem e a equipe da cidade vem se despontando no Brasileiro, no Sul-Americano e no Mundial, que conta com grandes atletas de Niterói, que representam a cidade no país e no mundo”, afirmou.

Após falar dos incentivos que dará ao basquete e os jogos de Xadrez, Gallo não esquece do Niterói Rugby, que segundo ele, está mais que consolidado no país.

“E agora com a concessão do terreno que eles ganharam para construir o campo e o ginásio, acredito que, com a relação que eles possuem na Inglaterra e através da Secretaria, vão se destacar ainda mais”, pontuou o secretário.

Ele disse que o mais importante nesse momento da Secretaria de Esportes e Lazer é usar o esporte como inclusão social.
“Nossa secretaria é técnica, educacional, social. Temos que levar para nosso povo a importância que representa essa integração que vai ocupar nossas crianças para que não sejam recrutadas de outra forma”, disse o secretário.

Gallo não deixou de falar também da Liga Niteroiense de Futebol.

“Tirando a do Rio de Janeiro e não desprezando a dos outros municípios, Niterói hoje tem a segunda maior liga de futebol do Estado, onde nós temos 18 times disputando as categorias. Inclusive o prefeito já deu sinal verde, com a cessão do terreno, para voltar a construir no bairro Badú o campo que a Liga tinha no Gragoatá. Será uma área de seis mil metros quadrados vamos construir o campo e também uma área de lazer, que foi solicitada pelo vereador Carlos Macedo para diversão dos moradores do local”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *