Fogos e balsas do Réveillon passam por vistoria

Raquel Morais –

Na manhã da última sexta-feira (22) foi realizada a última vistoria das cinco balsas que vão comportar os fogos de artifício para o show da virada de ano em Niterói. Representantes da Niterói Empresa de Turismo e Lazer (Neltur), da empresa responsável pelo show e da direção do estaleiro conferiram os últimos detalhes das preparações das plataformas. Ao todo serão 11 mil artefatos, que totalizam cerca de seis toneladas, que explodirão no céu por 15 minutos. Todos os documentos permissionários já foram emitidos pela Capitania dos Portos, Corpo de Bombeiros e Divisão de Fiscalização de Armas e Explosivos (DFAE).

O presidente da Neltur, José Guilherme Azevedo, esteve no Estaleiro Dialcar, na Ilha da Conceição, e comentou a festa, que terá público estimado de 500 mil pessoas, além de 100 mil turistas. “A expectativa é positiva e vamos ter muitas surpresas bacanas. É um investimento que traz retorno para a cidade, impulsionando a economia local, principalmente, como a rede hoteleira e os polos gastronômicos. A rede hoteleira está quase toda completa de reservas”, pontuou.

Arthur Domberg, proprietário da empresa Domberg Shows Pirotécnicos, faz a festa na cidade desde 1990 e aposta que esse ano será mais um com uma festa linda. A montagem dos fogos acontecerá até o próximo dia 27 e nesses últimos dias estão sendo feitas as ligações de sequência entre as bombas. Ele ainda reforçou que os artefatos vão variar de quatro a 10 polegadas, além de candelas romandas e tortas, tudo com muita cor. “Vamos conseguir formar arco íris no céu. O clima não está atrapalhando a montagem e está tudo ocorrendo bem. O espetáculo está praticamente montado mas faltam alguns detalhes”, completou.

Segundo a Neltur, a festa contará com cerca de mil homens da Polícia Militar e Guarda Municipal e do Cisp Móvel. No total, cerca de três mil pessoas, entre eles dois mil servidores, estarão trabalhando para montagem de toda a logística. O 12º Batalhão vai designar 500 PMs e a Guarda Municipal trabalhará com aproximadamente 400 homens. O Cisp Móvel funcionará com um Posto Central, distribuindo pulseiras para identificação das crianças, tirando fotos das mesmas, possibilitando assim que a foto das crianças, que eventualmente se percam, possam ser lançadas no telão. Além disso dois postos médicos, um atrás do palco, outro na frente, todas com enfermeiros de plantão durante todo o evento, além de sete ambulâncias contratadas e o Corpo de Bombeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + treze =