Fogão mantém trajetória de vitória

Como tem acontecido nas últimas partidas, o Botafogo conquistou a vitória nesta quarta-feira (19) com um gol marcado no final. O Alvinegro carioca derrotou o Santa Cruz por 1 a 0, em jogo disputado no Arruda, na abertura da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Rodrigo Pimpão marcou o único gol do confronto. Foi a quinta vitória seguida do Botafogo que manteve a quinta posição com 53 pontos ganhos. O Santa Cruz segue na penúltima colocação com apenas 23 pontos ganhos.

A partida foi muito irregular na primeira etapa, mas ganhou intensidade no segundo tempo quando os dois times partiram para tentar conquistar a vitória. O Botafogo acabou sendo mais feliz ao conseguir colocar a bola nas redes, enquanto o Santa Cruz lutou muito, mas voltou a errar nas finalizações.

Na próxima rodada, o Botafogo vai receber o Coritiba, na Ilha do Governador. Enquanto o Santa Cruz vai visitar o Inter no Beira-Rio.

O jogo – O Santa Cruz começou a partida no ataque, tentando a marcação do primeiro gol, enquanto o Botafogo, muito recuado, apenas se defendia. Aos quatro minutos, Keno arrancou pela esquerda e cruzou fechado, mas Bruno Moraes chegou atrasado. A pressão do time pernambucano aumentou e, aos sete minutos, Keno tentou investir pela esquerda e foi derrubado. Na cobrança, João Paulo encobriu o travessão.

Só depois dos dez minutos é que o Botafogo conseguiu equilibrar a partida, embora o Tricolor pernambucano seguisse mostrando maior ímpeto ofensivo. Aos 15 minutos, Bruno Moraes foi lançado na área, mas Joel Carli conseguiu se antecipar e desfazer o perigo.

O Botafogo chegou pela primeira vez, na área tricolor, aos 22 minutos. Rodrigo Pimpão desarmou o adversário e lançou Neilton, que driblou o zagueiro e bateu forte, mas Tiago Cardoso fez ótima defesa. O lance animou o Alvinegro carioca que voltou a aparecer na área com Bruno Silva, que se chocou com João Paulo e pediu a marcação de pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

Aos 27 minutos foi a vez de Rodrigo Pimpão arriscar da entrada da área, e Tiago Cardoso voltar a aparecer bem. Depois dos 30 minutos, o jogo caiu de ritmo com as duas equipes dosando a velocidade. No Santa Cruz, apenas Keno tentava usar a velocidade para levar vantagem sobre seus marcadores. Aos 41 minutos, Keno cruzou, Luan desviou e Bruno Moraes não conseguiu cabecear quando estava livre na pequena área.

O segundo tempo começou com o Botafogo mais presente no ataque. E em dois lances seguidos, após cobrança de escanteio, Dudu Cearense cabeceou firme e Tiago Cardoso fez grandes defesas, evitando o gol da equipe carioca. Aos oito minutos foi a vez de o zagueiro Emerson cabecear, após cobrança de falta, e tirar tinta da trave direita do goleiro tricolor.

O Santa Cruz respondeu aos dez minutos em contra-ataque puxado por Keno. A bola acabou com Uillian Correia que bateu rasteiro para boa defesa de Sidão. Logo depois, Bruno Moraes foi lançado na corrida, entrou na área e chutou com muito perigo, mas a boa saiu.

O jogo ficou aberto com as duas equipes procurando o gol e tornando a partida bem mais movimentada. O técnico Jair Ventura decidiu alterar o esquema, trocando o volante Dudu Cearense pelo atacante Sassá, artilheiro da equipe na temporada.

Aos 16 minutos, Joel Carli derrubou Keno na meia-lua. João Paulo bateu e Sidão fez grande defesa, espalmando para escanteio. Logo depois, a defesa tricolor saiu jogando errado, Camilo recuperou e tocou para Rodrigo Pimpão que bateu para fora, desperdiçando uma boa oportunidade para marcar. O Botafogo desperdiçou mais uma chance aos 24 minutos, quando Neilton foi lançado pela esquerda, driblou o marcador e tentou colocar no canto esquerdo, mas a bola saiu.

Aos 30 minutos, Neilton lançou Sassá, que penetrou em velocidade e tentou encobrir Tiago Cardoso, mas o goleiro tricolor tocou na bola e desviou para escanteio. O mesmo Sassá voltou a perder boa oportunidade ao receber passe de Rodrigo Pimpão e completar de primeira.

O gol do Fogão saiu aos 41 minutos, depois de muito pressionar. Alemão cruzou da direita e Rodrigo Pimpão apareceu nas costas de Leonardo Moura para cabecear e colocar a bola nas redes de Tiago Cardoso. Aos 44 minutos, Emerson cometeu falta na entrada da área. João Paulo bateu, com categoria, e a bola se chocou com a trave esquerda de Sidão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *