Fluminense vence Ponte Preta e afasta risco de rebaixamento

A torcida do Fluminense pode respirar aliviada, os tricolores venceram por 2 a 0 a Ponte Preta, no Maracanã, na tarde de ontem. Com o resultado, os cariocas chegaram a 46 pontos e afastaram de vez o risco de rebaixamento. Do outro lado, os campineiros seguem na zona da degola, com apenas 39.

No primeiro tempo, as duas equipes pouco produziram. O lance mais relevante foi a expulsão do volante Naldo, que recebeu dois cartões amarelos por duas faltas na mesma jogada. No segundo tempo, com um homem a mais, o Fluminense chegou a vitória com gols de Douglas e Henrique Dourado.

Na próxima rodada, o Fluminense vai receber o Sport, que também briga contra o rebaixamento, no sábado, no Maracanã. Já a Ponte Preta terá o confronto direto contra o Vitória, no domingo, no Moisés Lucarelli.

O jogo – O Fluminense começou buscando mais o ataque. No entanto, os tricolores tinham dificuldade em criar bons lances de gol. A Ponte Preta se limitava a marcar e tentava avançar somente nos contra-ataque, sem sucesso. A primeira boa chance do jogo aconteceu somente aos 21 minutos. Marlon cruzou para Henrique Dourado, que chutou cruzado, só que para fora.

A situação melhorou para os donos da casa aos 30 minutos, quando o volante Naldo foi expulso. O jogador fez duas faltas duras no mesmo ataque e recebeu os dois cartões amarelos na mesma hora. Assim, a Ponte Preta ficou com um homem a menos na partida.

O Fluminense passou a pressionar em busca do gol e quase conseguiu aos 37 minutos. Sornoza aproveitou rebatida errada da defesa paulista e chutou próximo ao gol de Aranha. Nos minutos finais, a Ponte Preta teve sua única oportunidade, com Léo Gamalho, mas viu os cariocas assustar novamente com Sornoza. Assim, o duelo foi para o intervalo sem alteração no placar no Maracanã.

No segundo tempo, os cariocas pressionaram desde os primeiros minutos e tiveram a chance de marcar aos cinco minutos. Matheus Alessandro foi lançado na área e cabeceou na trave; No rebote, Marcos Júnior finalizou para boa defesa de Aranha.

O Fluminense insistiu e foi recompensado aos 14 minutos. Após cobrança de escanteio, Henrique cabeceou para grande defesa de Aranha. O zagueiro ficou com o rebote e tocou para Douglas, que precisou de duas tentativas para colocar a bola na rede.

O revés fez a Ponte Preta ser obrigada a avançar. Com isso, os tricolores passaram a ter mais espaço. Mesmo assim, o Fluminense voltou a levar perigo somente em lance de bola parada. Após cobrança de escanteio, Renato Chaves cabeceou próximo ao gol.

Com o tempo, os cariocas começaram a desperdiçar chances claras de ampliar a vantagem. Aos 25 minutos, Henrique Dourado recebeu passe na área, passou por dois marcadores e finalizou para defesa espetacular de Aranha. Na cobrança de escanteio, Aranha tentou tirar o perigo, mas deu no pé de Marcos Júnior. O atacante chutou colocado, mas viu Nino Paraíba salvar os visitantes em cima da linha.

Nos minutos finais, o Fluminense aproveitou os espaços dados pela Ponte Preta para sacramentar a vitória, aos 41 minutos. Gustavo Scarpa arriscou de longe e acertou o travessão. No rebote, Henrique Dourado cabeceou para a rede. O gol deixou não só o atacante, mas também o técnico Abel Braga emocionados, pela manutenção dos cariocas na Série A do Campeonato Brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + treze =