Nome de Flordelis aparece como titular de secretaria na Câmara

Vítor d’Avila

O nome da deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) apareceu como titular de comissão na Secretaria da Mulher, da Câmara dos Deputados. Cabe ressaltar que a parlamentar é ré, apontada pela polícia e Ministério Público como mandante da morte de seu esposo, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019.

A informação sobre a nomeação consta no perfil de Flordelis no site da Câmara dos Deputados. Segundo a página, a nomeação aconteceu ontem (2). A notícia repercutiu de forma negativa nas redes sociais. A maioria dos comentários era de reprovação.

Em nota, a Câmara dos Deputados afirmou que todas as deputadas federais integram a Secretaria da Mulher como titulares. Assim como ocorre nas comissões, as informações sobre a composição das secretarias da Câmara no portal são atualizadas a cada início de sessão legislativa, por isso a atualização na data constante das páginas​ das deputadas como titulares (membros) da Secretaria da Mulher.

Flordelis consta como titular de comissão desde ontem (2) – Foto: Reprodução

Cabe ressaltar que Flordelis apoiou a eleição de Arthur Lira (PP-AL) para a Presidência da Câmara. Em suas redes sociais, ela postou uma foto, ao lado do parlamentar afirmando que “chegou o momento de avançar, momento de colocarmos e votarmos pautas que conduzirão o Brasil à dias melhores.”

Outra informação que repercutiu negativamente foi o fato de a deputada ter recebido aproximadamente R$ 10 milhões em emendas liberadas pelo Governo Federal, ao longo de 2020. Os valores, pleiteados pela deputada, são descritos no Portal da Transparência como destinados ao atendimento em saúde no Rio de Janeiro.

Paralelo a isso, ela responde a processo de cassação do mandato, no Conselho de Ética da Casa, por conta da acusação de homicídio contra Anderson do Carmo. Todavia, a tramitação não avança desde o ano passado.

“Festa de aniversário”

Flordelis faz aniversário na sexta-feira (5), mas seu aniversário será comemorado no domingo (7). Será realizado um culto, em sua homenagem, na igreja evangélica que mantém, localizada no bairro do Mutondo, em São Gonçalo.

“Pessoal, no dia 7, nesse domingo, a partir das 9h, minhas intercessoras vão realizar um culto em gratidão a Deus pela minha vida. Nós sempre teremos motivos para adorar o Senhor em todo o tempo. Estarei lá, junto com o povo de Deus, aguardando vocês”, disse Flordelis, em suas redes sociais.

No dia 22 de janeiro foram encerradas as audiências de instrução para o processo referente à morte de Anderson do Carmo, no qual Flordelis e outras pessoas respondem pelo crime. A juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, ouviu testemunhas de acusação e defesa, além dos acusados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − dez =