Flordelis: delegados serão ouvidos no Conselho de Ética

Os policiais responsáveis pelas investigações do assassinato do pastor Anderson do Carmo, ocorrido em junho de 2019, em Niterói, devem ser os primeiros ouvidos pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, em Brasília. Esse foi o encaminhamento feito hoje (16) pelo deputado Alexandre Leite (DEM-SP), relator do processo contra a deputada Flordelis (PSD), principal acusada do crime e que sofre ação por quebra de decoro no Conselho.

Segundo o relatório, falarão em oitiva o delegado de polícia Allan Duarte Lacerda e a delegada Bárbara Lomba Bueno. Ainda de acordo com o encaminhamento de Leite, em seguida devem ser ouvidas as testemunhas indicadas por Flordelis, Simone dos Santos Rodrigues, Marzy Teixeira da Silva, Adriano dos Santos Rodrigues, Flavio dos Santos Rodrigues e André Luiz de Oliveira, todos filhos da parlamentar.

Ontem, Flordelis participou da reunião do Conselho de Ética por videoconferência, onde voltou alegar inocência, afirmando e culpou uma das filhas pela morte do marido. “Eu não sabia o que estava acontecendo dentro da minha casa. Eu não sabia que o meu marido estava assediando a minha filha. Eu não sabia. Minha filha foi a mandante. Mas eu não compactuo com isso. Não matar. Ela tinha os caminhos de denúncia”, afirmou deputada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 1 =