Flamengo vence líder Atlético-MG no Maracanã e alivia pressão

Vitória por 1 a 0 mantém viva a chance do Rubro-Negro chegar ao título

Num dos jogos mais aguardados da 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo venceu o Atlético-MG por 1 a 0, em partida disputada no Maracanã, na tarde deste sábado (30). O único gol da partida foi marcado por Michael, ainda no primeira etapa da disputa. Com o resultado, o Rubro-Negro chega aos 49 pontos, se igualando a Bragantino e Palmeiras, e reduzindo um pouco a vantagem para o Galo, que agora é de 10 pontos.

Mantendo sua característica ofensiva, foi o Atlético que tomou a iniciativa do jogo, criando chances desde o início da partida. Mas foi o Flamengo que, organizado em campo, conseguiu deixar a pressão pela eliminação na Copa do Brasil para trás e comemorou a vitória quando, aos 25 da primeira etapa, Bruno Henrique conseguiu deixar Michael em ótima condição para marcar o único gol da partida.

Primeiro tempo

Em clima de decisão, o jogo começou pegado no Maracanã, com muitas faltas para os dois lados (11 para cada). Mesmo como visitante, o Atlético-MG partiu para cima, mas esbarrou em uma marcação forte e organizada do Rubro-Negro. Aos 15 minutos, Junior Alonso parou em boa defesa de Diego Alves na melhor chance do Galo na primeira etapa. Aos 24 veio a resposta do Flamengo: Arão lançou Isla, que cruzou na área; Bruno Henrique tocou de cabeça para Michael abrir o placar, com direito a festa da torcida e alívio do técnico Renato. No entanto o Galo não se intimidou, insistindo bastante na busca pelo empate, mas não conseguiu furar o bloqueio adversário.

Segundo tempo

A segunda etapa começou tal como terminou o primeiro: com o Atlético se lançando ao ataque em busca do empate e o Flamengo aguardando uma oportunidade para ‘encaixar’ um contra-ataque para definir a partida. Aos 11 minutos, Guilherme Arana assustou Diego Alves e parou no travessão. Aos 20, foi a vez de Everson se assustar e defender “de manchete” chute de longe de Everton Ribeiro. Sem marcar, a ansiedade do Galo cresceu, que passou a errar passes fáceis e ter mais dificuldade de chegar na frente.

Com uma estratégia diferente do habitual, o Rubro-Negro seguiu com as linhas baixas, fechadinho, sem dar espaços. O Atlético tentou até o fim, mas não conseguiu e, por pouco, não sofreu o segundo gol, com Rodinei, que, nos acréscimos, carimbou a trave.

Apesar da derrota, o Atlético-MG segue isolado na liderança do campeonato, com 59 pontos, 10 a mais do que o próprio Flamengo, Bragantino e Palmeiras (os dois últimos ainda jogam na rodada). O Rubro-Negro, porém, tem dois jogos a menos (contra Grêmio e Athletico-PR) e pode diminuir essa diferença para quatro pontos.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Atlético-MG recebe o América-MG, no próximo domingo (7), no Mineirão, às 16h. Já o Flamengo visita a lanterna Chapecoense, no dia seguinte, às 20h, na Arena Condá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.