Flamengo quer manter esquema ofensivo

A vitória de 1 a 0 no clássico contra o Vasco foi a sexta consecutiva do Flamengo na temporada, somando os resultados pelo Campeonato Brasileiro, pela Copa Sul-Americana e pela Copa do Brasil. Nos dois mata-matas, o Rubro-Negro está caminhando bem, enquanto que no Brasileirão já assumiu a segunda colocação atrás apenas do líder Corinthians. Na visão dos atletas flamenguistas, esse bom desempenho se deve ao fato de o time ter conseguido encontrar o seu melhor estilo de jogo, respeitando a vocação ofensiva dos jogadores.

“O Flamengo conseguiu encontrar a sua maneira de jogar e não tem mudado independentemente de jogar em casa ou jogar fora de casa.
Estamos sempre buscando o resultado positivo e isso tem sido determinante para que os bons resultados possam aparecer. Nosso time tem uma vocação de buscar o gol e isso tem se refletido dentro de campo, pois estamos sempre conseguindo levar perigo ao adversário”, disse o meia Everton, que foi o herói da vez no sábado passado, ao anotar o gol isolado na vitória sobre os vascaínos dentro de São Januário.
Realmente o time do Flamengo tem tido uma postura muito ofensiva nos jogos, incluindo a escalação, que deixa peças como Everton Ribeiro, Everton e Diego livres para encostarem no ataque.

“As características dos jogadores do Flamengo, em sua maioria, são de atletas que gostam de jogar de forma vertical, buscando a vitória. Porém, ao mesmo tempo, todos são responsáveis com a necessidade do time. Isso tem sido ótimo”, analisou Diego, que tem se mostrado muito à vontade em dividir a criação de jogadas com seus companheiros de meio-de-campo.

O elenco participou de um trabalho tático na manhã de ontem, no Ninho do Urubu, já de olho no confronto de amanhã, às 19h30min, contra o Grêmio na Ilha do Urubu, no Rio, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Trata-se de um confronto direto, pois o Tricolor é o terceiro colocado com 22 pontos, um a menos que o Flamengo.

Para este compromisso o Flamengo perdeu o zagueiro Rhodolfo, que não tem previsão de volta após sofrer uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda, e nem com o atacante Paolo Guerrero, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Assim, Leandro Damião será o comandante de ataque.

As dificuldades estão na zaga. Rever, se recuperando de gastroenterite, e Léo Duarte, que sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo no clássico, ainda são dúvidas. Assim, Rafael Vaz e Juan devem formar a dupla no duelo com os gremistas. O time, porém, será definido no treino previsto para a tarde de hoje, mais uma vez no Ninho do Urubu, que vai fechar a preparação e dar início ao período de concentração para a partida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + onze =