Firjan celebra 40 anos da Representação Leste Fluminense

A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) realizou um evento na manhã de ontem (12) para celebrar os 40 anos da Representação Regional no Leste Fluminense da entidade. A solenidade, que aconteceu em Niterói, foi marcada pelas homenagens ao prefeito Rodrigo Neves (personalidade do ano) e também ao engenheiro Mario Kossatz (destaque industrial). O empresário Sérgio Bousquet, conselheiro decano da federação, também foi homenageado.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa destacou a importância da Representação no Leste Fluminense, a primeira da entidade, criada logo após a fusão dos estados da Guanabara e Rio de Janeiro. Govêa falou sobre o momento atual do cenário econômico, ressaltando que o Brasil e o Estado do Rio passam por um momento de ruptura em vários segmentos.

“Estamos vivendo um processo de ruptura para melhor de comportamento, da forma de consumir, da política, e na representação comercial. Esses 40 anos são motivo de muita alegria e muito orgulho para a Firjan”, afirmou.

Gouvêa falou ainda sobre as consequências da crise econômica para as empresas e os trabalhadores. Para ele, é preciso pensar em mudanças e olhar para o futuro com esperança.

“Com o fim da contribuição sindical e a crise aguda que estamos enfrentando, precisamos construir algo novo. O Rio de Janeiro consegue falar para o Brasil, e temos de usar isso a nosso favor. Temos a obrigação de fazer estas mudanças”, salientou Gouvêa.

Luiz Césio Caetano Alves, presidente da Representação Leste Fluminense da Firjan, também falou sobre as dificuldades enfrentadas pela região por conta da crise. Apesar disso, disse ter confiança de que o quadro será revertido.

“Tivemos promessas que não se concretizaram, como o Comperj, mas por outro lado tempos ótimos exemplos, como os pólos de moda de Cabo Frio, pro exemplo, que mostraram que é possível vencer a crise. Ao longo destes 40 anos, a Representação Leste Fluminense mostrou ter a vocação de lutar pela região e agora não seria diferente”, ressaltou.

O engenheiro Mario Kossatz foii escolhido como destaque industrial de 2018. Formado pela UFF, começou como estagiário na B Braun, chegando a presidência da empresa no Brasil em 1983. Kossatz também apontou o caminho das mudanças para superar a crise.

“A transformação nem sempre é rápida, mas ela é essencial. Diante do cenário atual do Brasil, precisamos de mudanças, e elas devem acontecer através do diálogo. A Firjan é essencial para este processo, pois está presente dentro das empresas”, destacou Kossatz.

Encerrando o evento, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, homenageado como personalidade do ano, também falou sobre a crise econômica, segundo ele, sem precedentes no Estado do Rio e no Brasil. Para Rodrigo, os 40 anos da Representação Leste Fluminense mostra o quanto a entidade foi fundamental em momentos históricos, e que ela será fundamental para auxiliar a região.

“A Firjan é uma das instituições empresariais mais antigas do Brasil, tendo participado ativamente de momentos históricos do país. Me arrisco a dizer que essa é a pior crise que o Brasil enfrenta desde a Proclamação da República, mas é justamente nas adversidades que temos de mostrar nossa força. A crise não é uma coisa boa, mas é também uma forma de se criar oportunidades”, disse Rodrigo.

Apesar dos números mostrarem uma realidade difícil, o prefeito, que também preside o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste), aposta no crescimento da região.

“O Leste Fluminense tem tudo para deslanchar nos próximos anos. Com o pré-sal, Niterói e Maricá serão responsáveis pela maior parte da produção de petróleo do Brasil. Com isso, o Comperj, que já está retomando suas atividades, também vai operar e gerar muitos empregos e desenvolvimento para nossa região”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =