Fiperj faz cadastramento na colônia de pesca do Gradim

A Fiperj (Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro) cadastrou, entre quinta e sexta-feira (18 e 19), 60 pescadores no município de São Gonçalo. A ação auxilia aqueles que foram afetados pelo incêndio na madrugada do último dia 11, que atingiu a colônia de pescadores no bairro do Gradim.

“O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Marcelo Queiroz, solicitou que a fundação determinasse imediatamente um plano de ação para atender aos atingidos. Nossa equipe cumpriu com sua missão de apoiar e de atender tecnicamente os pescadores afetados nessa situação de emergência pelo incêndio ocorrido”, ressalta o presidente da Fiperj, Glauco Barradas.

Os pescadores atendidos vão receber a DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf). O documento identifica os pescadores artesanais aptos a acessarem políticas públicas, como as linhas de crédito do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf), que consistem em custeio e investimento, individuais ou coletivos, a juros muito baixos, para gerar renda.

A DAP também permite o acesso a outros programas governamentais, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e Minha Casa Minha Vida, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 1 =