Fim de EJA em escola estadual continua desagradando alunos e professores

Raquel Morais

Na próxima quarta-feira a rede estadual de educação fará uma paralisação de 24 horas em forma de protesto. O grupo, liderado pelo Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe-Niterói) luta pela qualidade do ensino público, entre outras questões, como o fechamento de turnos e turmas, por exemplo. Alunos e professores do Colégio Estadual Brigadeiro Castrioto (Cebric), em São Lourenço, também clamam pela volta da Educação Básica para Jovens e Adultos (EJA) na unidade.

O colégio teve o EJA fechado no ano passado pela Secretaria de Estado de Educação (Seeduc). Os alunos interessados em estudar foram indicados a fazer a matrícula em outras unidades públicas, como por exemplo, o Colégio Estadual Raul Vidal, no Centro, quase dois quilômetros de distância do Cebric. “Eu preciso voltar meus estudos e algumas vizinhas minhas estudavam no Cebric. Eu estava animada para começar 2017 estudando para conseguir um emprego melhor, mas com esse término da matrícula, eu sinceramente não me sinto motivada a estudar. Sei que não vou conseguir chegar tarde do trabalho, fazer comida rapidinho, andar até o colégio em outro bairro e voltar para casa tarde da noite”, explicou uma moradora do bairro São Lourenço, que preferiu não se identificar.

Dados do Sepe-Niterói mostram que o Cebric tinha cerca de 50 alunos matriculados no EJA e o diretor do sindicato, Luiz Cláudio De Almeida, teme essa medida pelo efeito cascata que pode estar atrelado. “É o perigo desses encerramentos e daqui a pouco a escola pode fechar, como acontece em outros municípios. É de partir o coração ver alunos querendo estudar. Sou sindicalista e professor de sala de aula e quando a gente se depara com isso, percebemos esse autoritarismo tremendo. A sociedade tem que estar mobilizada para lutar pelos direitos”, explicou.

A Seeduc informou que o encerramento do EJA no Cebric se deu à baixa procura e que a unidade escolar aderiu ao Programa de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral para o Ensino Médio, do Ministério da Educação (MEC), e está com matrículas abertas para ensino profissionalizante em Empreendedorismo. Disse ainda que as aulas foram interrompidas ontem para reorganização administrativa interna e serão retomadas hoje. Os responsáveis pelos alunos foram informados de que a unidade funcionária normalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =