Fevereiro é o melhor mês na Segurança Pública de Niterói desde 2003

Fevereiro foi um mês histórico na área de Segurança Pública em Niterói. O Observatório de Segurança da prefeitura divulgou os dados dos indicadores estratégicos de segurança do mês passado, apurados com as delegacias do município. Os resultados mostraram que o mês de fevereiro foi o melhor na série histórica desde 2003, com redução significativa dos índices de criminalidade. Na área da 77ª DP (Icaraí) não foi registrado nenhum caso de roubo a veículos. Os roubos de rua tiveram uma queda de 50,64%.

A apresentação dos números ficou a cargo do secretário do Gabinete de Gestão Integrada Municipal, Gilson Chagas, em reunião na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói, realizada na tarde de quarta-feira (03). Participaram do encontro o prefeito de Niterói, Axel Grael; o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes; e representantes das polícias Militar, Civil, Federal, Rodoviária Estadual, Rodoviária Federal e integrantes do Ministério Público.

“O trabalho do Observatório de Segurança e do Centro Integrado de Segurança Pública são elementos importantes para elaborar as nossas estratégias e políticas de ação. A Segurança Pública continuará sendo prioridade para a Prefeitura de Niterói, que manterá o apoio às forças de segurança através da Guarda Municipal, Cisp, Segurança Presente e Proeis”, afirmou o prefeito Axel Grael.

Os números mostram, segundo Chagas, que Niterói teve o melhor mês de fevereiro no que diz respeito à Segurança Pública.

“Estamos comprovando que Niterói tem um diferencial com o trabalho integrado das forças de segurança que atuam no município, com a disponibilização de ferramentas que ajudam na queda dos indicadores. A integração entre Polícia Militar, Civil, Guarda Municipal, Niterói Presente e Centro Integrado de Segurança Pública nos mostra o que é preciso fazer para reduzirmos os índices. Quando observamos que ocorreu um pequeno aumento em algum indicador, qualquer que seja, utilizamos e seguimos a mancha criminal. Com isso, cada agente de segurança, cumprindo o seu papel específico, monta sua estratégia”, avaliou o secretário.

Na opinião do secretário de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes, um dos “segredos” para o bom desempenho na área de Segurança são as reuniões do Gabinete de Gestão Integrada Municipal.

“Esse é um trabalho vem sendo construído passo-a-passo, passando por processos importantes, e talvez o ápice desse processo, em nível estratégico, são essas reuniões do Gabinete de Gestão Integrada. Aqui, as instituições se falam, apontam os problemas e discutem os caminhos para encontrarmos as soluções para as demandas da população”, comentou.

Roubos de Rua – Em fevereiro de 2021 foram registrados 115 casos deste crime, o que corresponde a uma redução de 118 registros em relação a fevereiro de 2020. Foi o menor registro no mês de fevereiro de toda a série histórica observada desde 2003.

A maior redução aconteceu na área da 77ª DP (Icaraí), com queda de 82,98% ou 39 registros a menos. A área da 81ª DP (Itaipu) apresentou uma redução de 64,29% nos roubos de rua em fevereiro, seguida por uma queda de 57,58% na área do Centro (76ª DP). Na região de Charitas, São Francisco e Jurujuba (79ª DP), a redução foi de 44,44%, enquanto na 78ª DP (Fonseca), a queda foi de 20,20%.

Roubo de veículos – Na série histórica de fevereiro, o número de casos de roubo de veículos foi o menor desde 2004, com 43 registros nas delegacias de Niterói. A área da 77ª DP (Icaraí) não apresentou nenhum registro de roubo de veículos nos dois primeiros meses do ano e as demais delegacias apresentaram redução em comparação ao mesmo período do ano anterior. Na área da 76ª DP (Centro) a redução foi de 45,45%, seguida de uma queda de 40% na área da Região Oceânica (81ª DP) e de menos 30,77% de registros na área da 79ª DP (Charitas, São Francisco, Jurujuba). Na área do Fonseca (78ª DP), a queda foi de 4,35%.

“Intensificamos um trabalho na região Norte, que em janeiro chegou a ter ocorrências diversificadas, mas graças a um planejamento estratégico e avanço nas ações já reduzimos os indicadores nessa área e vamos reduzir ainda mais”, afirmou Sylvio Guerra, comandante do 12ºBPM (Niterói).

Roubo a Estabelecimento Comercial – Este crime apresentou redução no número de casos: 53,33% em relação ao mesmo período do ano anterior. O trimestre móvel (dezembro/20, janeiro/21 e fevereiro/21) apresenta redução de 12,20% em relação ao trimestre móvel de dezembro de 2019, janeiro e fevereiro de 2020.

Ferramentas disponibilizadas pela Prefeitura – Para que os índices de criminalidade baixem, é importante a atuação do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp). Com essa ferramenta, Niterói é monitorada durante 24 horas, numa integração das forças de segurança em tempo real. São 522 câmeras de monitoramento, além de 10 portais de segurança e das 70 câmeras de inteligência artificial que fazem o cercamento eletrônico.

Um exemplo da atuação do Cisp é em relação ao roubo de veículos. Cada vez que um veículo em situação irregular é identificado pelas câmeras inteligentes do Portal de Segurança, um alerta soa no Centro de Segurança. Ao ser identificado, o veículo passa a ser rastreado por outras câmeras para facilitar a abordagem. A unidade policial mais próxima é imediatamente acionada para que seja feito o cerco e a interceptação do veículo. O Cisp é operado por guardas municipais treinados.

Outro fator importante para o combate à violência é o investimento do município nos Programas Niterói Presente e Proeis, que são convênios firmados entre a a Prefeitura e o Governo do Estado. No acordo, Niterói paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas da cidade nos dias de folga.

No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados, e agentes civis. Os programas pagos pela prefeitura colocam em média 485 homens por dia nas ruas patrulhando a cidade. Os agentes atuam em bairros como Barreto, Icaraí, Santa Rosa, Centro, Fonseca, Charitas, São Francisco, Jurujuba e a Região Oceânica. Com o programa nos bairros a PM pode realizar o patrulhamento normal da cidade e implementar ações de maior potencial ofensivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − 3 =