Festival Literário de São Gonçalo acontece esse mês com programação presencial e online

Inovação, inclusão sociocultural e democratização do acesso aos bens culturais em São Gonçalo são as palavras de ordem desta edição
 

A edição deste ano do Festival Literário de São Gonçalo apresenta muitas novidades importantes e inovadoras. Inspirados na música de Belchior “O novo sempre vem”, a 3ª edição do FLISGO acontecerá em duas modalidades: presencial e online. A edição presencial acontecerá de 19 a 22 de novembro e será realizada em parceria com o Polo Cultural AfroTribo. A edição online acontecerá de 26 a 29 de novembro com transmissão pelo Youtube.

O FLISGO, na modalidade presencial, inova ao eleger como sede o Conjunto Residencial Venda da Cruz (Minha Casa Minha Vida) construído na antiga sede do 3º. Batalhão de Infantaria. O conjunto, com 1.240 unidades (o maior de São Gonçalo) tem uma população de mais de cinco mil pessoas oriundas das classes populares do município de São Gonçalo e Niterói, especialmente as vítimas do deslizamento do Morro do Bumba, ocorrido com as chuvas de abril de 2010.

“Descentralizar o acesso à cultura é a nossa missão. Desde sua criação, em 2019, o festival acontece em espaços centrais da cidade, onde muitas pessoas de classes populares não acessam. A realização do FLISGO no conjunto habitacional é um grito, um desabafo. Os beneficiários de políticas públicas não querem somente casa ou comida. Querem casa, comida, diversão e arte e é isso que queremos fazer no FLISGO 21, levar diversão e arte para todos, todas e todes”. Ressalta Alberto Rodrigues, coordenador do Festival.

A Cultura Popular será um importante protagonista da edição presencial, a representatividade cultural, de gênero e o resgate da ancestralidade serão os destaques dos 4 dias de evento. A abertura oficial será realizada pela escola de samba da cidade, Unidos do Porto da Pedra. Além disso acontecerão exposições fotográficas, oficina de argila; entre outros. Todas as atividades  artísticas propostas serão gratuitas para a comunidade e para os mais de 100 (cem) assistidos por projetos sociais do município que já confirmaram presença através do Fórum Social Gonçalense.

Hélio De La Pena, já confirmou presença, assim como a Dra. Helena Theodoro e  a escritora Vilma Piedade, referências da literatura feminista afrobrasileira. Além disso, dezenas de autores/as do Município e de cidades vizinhas também estarão no festival. Pela primeira vez homenagearemos um escritor, e o escolhido foi o poeta e escritor Carlos de Assumpção, que traz em sua escrita o protagonismo da literatura negro brasileira contemporânea. Para presentear o homenageado a artista plástica Elizabeth Salles produzirá um busto que terá moradia no polo cultural Afrotribo.

E a inovação na cultura não para por aí, a programação online do e-FLISGO 2021 contará com oficinas de formação em marketing literário e uma diversidade de painéis com participação de especialistas que versarão sobre os temas que estruturam a produção literária nas redes sociais. Além disso temas como novos caminhos do mercado literário, os processos de produção em e-Book, a auto publicação e o marketing também serão apresentados.

O e-FLISGO será transmitido pelo Canal do Youtube Q-Cria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =