Festejos diferentes para celebrar o Dia de São Jorge

Nessa quinta-feira (23) é comemorado o Dia de São Jorge e pela primeira vez a comemoração ao Santo Guerreiro será deforma diferente. A tradicional procissão pelas ruas do Centro de Niterói, que conta com presença de cavaleiros, e a festa com barraquinhas foram cancelada e algumas celebrações para homenagear o santo serão realizadas através da internet. Também foi cancelada a missa campal no 12º Batalhão de Polícia Militar de Niterói (12ª BPM Niterói), que acontece todo ano dentro do batalhão, no Centro, idealizada pelo saudoso Cel. Marcus Jardim, falecido em 2016.

A Capela São Jorge, no Centro de Niterói, estará aberta das 6h às 12h para quem quiser fazer orações. A igreja fica na Rua Dr. Alcídes Figueiredo, 16. Às 15h será transmitida a Santa Missa de São Jorge pela WebTV, através do endereço https://www.youtube.com/sjtwebtv

Já às 16h o padre João Cláudio vai celebrar uma missa online em homenagem a São Jorge. A transmissão será através do site http://www.arcmigniteroi.com/. “A fé que tenho por São Jorge é inabalável e pela primeira vez eu não vou na missa e nem na procissão. Mas vou fazer minhas orações de casa e pedir muito pela benção dele para a humanidade”, resumiu a dona de casa Ana Cristina da Costa, 63 anos.

HISTÓRIA DO SANTO

De acordo com a Arquidiocese de Niterói ele foi um guerreiro originário da Capadócia, e militar do Império Romano, no tempo do imperador Diocleciano, Jorge converteu-se ao cristianismo e não aguentou assistir calado às perseguições ordenadas pelo imperador. Foi morto na Palestina, no dia 23 de abril de 303. Ele teria sido vítima da perseguição de Diocleciano, e foi torturado e decapitado em Nicomédia, devido à sua fé cristã.A imagem, de todos conhecida, do cavaleiro que luta contra o dragão, foi difundida na Idade Média. Está relacionada às diversas lendas criadas a respeito, e contadas de várias maneiras em suas muitas paixões. Iconograficamente, São Jorge é representado como um jovem imberbe, de armadura, em pé ou em um cavalo branco, com uma cruz vermelha. A quantidade de milagres atribuídos a São Jorge é imensa. Segundo a tradição, ele defende e favorece a todos os que a ele recorrem com fé e devoção, vencendo batalhas e demandas, questões complicadas, perseguições, injustiças, disputas e desentendimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =