Festa de Itaipu começa nesta sexta, mas distância do ponto de ônibus desagrada moradores

Raquel Morais –

Nesta sexta-feira (07) começa a tradicional Festa de São Pedro de Itaipu e são esperadas milhares de pessoas no evento, que está em sua 97ª edição. Mas enquanto uns comemoram tem gente que não está tão feliz assim. O ponto final da linha 38 passará para a delegacia 81ª DP (Itaipu) e, para chegar na festa, quem optar pelo coletivo terá que andar quase um quilômetro.

São 900 metros desde a última parada até as primeiras das 35 barraquinhas permitidas para comercializar os quitutes juninos. A vendedora Amanda Reis, de 19 anos, disse que vai pensar se vai curtir a festa no sábado a noite. “O problema não é a ida e sim a volta. Se eu for, vou de ônibus com meu marido e minha bebê de um ano. É complicado à noite, andar com peso, com bolsa de criança por uma extensão enorme”, reclamou.

Já uma moradora que não quis se identificar disse que a festa é quase centenária, mas os problemas estão se agravando ao longo dos anos. “Cada ano tem mais gente e para os moradores não é boa essa agitação. Confesso que às vezes passo o final de semana na casa da minha irmã, no Ingá”, exemplificou.

Organizada pela colônia de pesca Z-7, a festa teve início com um cunho religioso, já que homenageia São Pedro, mas devido a comemoração de Jurujuba, desde 2003 ganhou nova data, sempre no final de semana posterior. No último dia 29, dia de São Pedro, foi celebrada uma missa na sede e varanda da Colônia e uma pequena procissão com a imagem do santo protetor dos pescadores passou pela praça principal, na entrada da praia.
Segundo programação da Prefeitura de Niterói, hoje, às 19h30min, será a abertura da festa com bênção do Padre José, da Paróquia São Sebastião. Às 20h terá apresentação de DJ, seguida de banda de forró, pop, sertanejo e pagode. A festa terminará somente às 4h da manhã. No sábado, a festa começará às 20h, com shows a partir das 22 horas. No domingo, o agito começa mais cedo, às 18h, com apresentações musicais a partir das 21h.

O presidente da Colônia de Pescadores, Ylke Cristiano Almeida, disse que foram distribuídas 500 entradas para crianças da comunidade brincarem no parque de diversões instalado na festa. “Todo ano conseguimos fazer isso. Será uma festa muito bonita e de família, com muita segurança para todo mundo se divertir”, pontuou. A secretária da entidade, Lidiane Vieira, disse que os moradores que tiverem carro poderão entrar normalmente pela Estrada Francisco da Cruz Nunes e até mesmo estacionar no entorno. Mas para visitantes o acesso será bloqueado na altura da Rua Max Albin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =