Festa clandestina de Réveillon é descoberta em Búzios

Organizadores de uma festa chamada de “Réveillon Secreto” foram notificados por fiscais de Posturas e do Meio Ambiente da Prefeitura de Búzios. O evento com DJ e serviço de open bar e open food, aconteceria em um catamarã na noite da virada do ano e o ingresso já tinha sido vendido para cerca de 100 pessoas. Lembrando que existem dois Decretos Municipais 1.533 e 1.536, que determinam redução da capacidade máxima de ocupação de embarcações e proíbem festas,

A festa, que estava sendo anunciada em grupos restritos do WhatsApp, foi denunciada. No texto de divulgação os organizadores falaram da impossibilidade da festa ser anunciada nas redes sociais, para justamente não chamar a atenção da Prefeitura.

“Não podemos divulgar nas redes sociais, pois devido a pandemia teríamos o risco de cancelarem o evento. Para todos os fins será um passeio de barco com DJ’s. Não iremos divulgar flyer do evento!”

“Qualquer evento sem as devidas licenças pode acarretar multa de até 10 mil UPFMs, que correspondem a cerca de 30 mil reais, e ainda gerar a cassação do alvará da empresa”, explica o fiscal de Meio Ambiente Gabriel Balod.

“O prefeito Henrique Gomes determinou e toda a nossa equipe está atenta para fazer valer as regras de segurança sanitária do município. Não é pelo erro de alguns que todos vão pagar. A prefeitura está combatendo as festas clandestinas para que todo o comércio consiga funcionar de forma segura. O objetivo não é impedir ninguém de trabalhar, mas é preciso fazer valer os decretos municipais e protocolos de segurança em relação à pandemia. É importante que todos respeitem para não corrermos o risco de termos um novo lockdown”, disse o secretario de Meio Ambiente Fernando Savino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 15 =