Fest Voice escolhe cinco finalistas no primeiro dia de audições

Wellington serrano –

O primeiro dia de eliminatória da segunda edição do Fest Voice começou com tudo. Os primeiros cinco nomes de um total de 15 saíram na noite de ontem no primeiro dia de audições. As apresentações aconteceram na Sala Nelson Pereira dos Santos, no Centro Petrobras de Cinema. Hoje, serão ouvidos mais 15 candidatos e os 10 melhores disputa a final no dia 4 de dezembro.

Os cinco primeiros finalistas são Carmine Marasco, com a música Solemio; Rosa Manzone, que cantou Falando Sério; Sônia Maria Ribeiro, La Vie em Rose; Jota Ferreira, Fruto Especial, e Aloyr Orsi, com a música Esmeralda.

Os idosos contaram um pouco sobre as suas expectativas para a grande final. A selecionada Carmine Marasco disse que espera ganhar o prêmio esse ano. “Muito bom estar aqui e ter a satisfação de participar. Meu maior desafio foi o de vencer a ansiedade de estar no palco e espero faturar essa”, declarou.

Presente no evento, a vencedora do ano passado, Gessy Silva Araújo, de 83 anos, disse que este ano vai ficar apenas na plateia. “Quero deixar o prêmio para outra pessoa”, realçou. Já Aloyr Orsi, de 64 anos, elogiou a estrutura do evento. “Uma integração que nos faz sentir vivos novamente”, elogiou.

A disputa foi acirrada entre os 15 semifinalistas e as apresentações levantaram a plateia, que aplaudia os candidatos de pé. Sendo o primeiro a cantar, muito seguro, Jota Ferreira, arrancou aplausos dos presentes. Com uma voz forte, ele cantou Fruto Especial e emocionou o público. “Espero ganhar este prêmio no fim. Acho que segui todas notas e estou confiante”, disse.

Essa edição do Fest Voice contou com a avaliação de sete jurados. Para o presidente do júri, o compositor Eri Galvão, de 71 anos, foram quatro avaliações para selecionar o melhor: afinação, presença de palco, melodia e repertório. “Uma honra estar participando na prática da vida cultural da melhor idade. Tivemos belíssimas apresentações do mais alto nível, monstrando que a melhor idade só melhora as pessoas”, realçou.

O secretário municipal do Idoso, Beto Saad, destacou a integração / Foto: Pedro Conforte

Para o secretário municipal do Idoso, Beto Saad, o objetivo do evento é a busca da integração. “Aqui não tem vencedor, mas sim um olhar para os idosos, que aproveitam as políticas públicas e fazem a diferença”, disparou.

Saad falou sobre a disputa quase que profissional. “A cultura, através da música, serve para todas as idades. A nossa candidata mais velha tem 79 anos e a mais nova, 62 anos, e isso mostra que os participantes estão engajados para fazer a apresentação com a melhor performace possível para serem protagonistas e isso é muito gratificante, pois a cidade como um todo dá oportunidade para essas pessoas, que antes se sentiam desprestigiadas”, afirmou Saad.

Em seu primeiro dia, o Fest Voice contou ainda com a apresentação do Coral do Gugu e do maestro Paulo da Hora, sapateado e apresentação de Marcelo Ferreira e Valerié Lu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *