Feirão de imóveis movimenta R$ 170 milhões em Niterói

Geovanne Mendes
O último final de semana foi de grandes oportunidades para quem queria investir no sonho da casa própria. Apesar da crise econômica que o país vem sofrendo, cerca de 8.454 interessados estiveram presentes no Clube Canto do Rio, no Centro de Niterói, para participar do feirão imobiliário realizado pela Caixa Econômica. Não faltaram oportunidades, estiveram à venda mais de 14 mil imóveis novos e usados na Feira Imobiliária do Centro Leste Fluminense. O evento teve as mesmas condições praticadas no Feirão da Caixa realizado no Rio, em maio, ou seja, bastava levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. O imóvel mais barato ficava em Itaboraí e estava avaliado em R$ 112.900, enquanto o mais caro valia R$ 12 milhões, em Niterói. As casas e apartamentos ofertadas estão localizados nas cidades de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Arraial do Cabo, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro e Duque de Caxias.

A feira contou com a participação de 20 construtoras, um correspondente imobiliário Caixa e uma imobiliária que ofereceram os imóveis. Foram negociados mais de R$ 170 milhões, correspondendo a 854 contratos fechados ou em andamento.

O sucesso do evento se mede em números, mas também na leitura que o mercado imobiliário fez do feirão. De acordo com Lauri Lopes, gerente comercial de uma imobiliária no Centro de Niterói e que participou do evento, o resultado deste feirão mostra que o mercado local e nacional começa aos poucos a mostrar sinais de recuperação.

“Estamos muito felizes com o resultado deste feirão. Para se ter uma ideia participamos em três estandes e negociamos 30 imóveis. O melhor de tudo é saber que os frutos deste feirão serão sentidos também nas próximas três semanas”, comemorou.

A MRV, uma das maiores construtoras do país, também participou do feirão e faz uma análise positiva do evento para a recuperação do setor. Segundo a empresa não há mais imóveis em estoque em Niterói, devido a grande demanda na cidade.

“Avaliamos como um ótimo feirão, tivemos um bom volume de atendimentos e negócios. O evento foi importante para a companhia, apesar de não ter estoque em Niterói, o evento atende bem aos moradores de São Gonçalo. Foram 198 atendimentos, 40 reservas e contratos gerados durante a feira. Visualizamos um potencial muito grande para esse tipo de evento também em São Gonçalo. A cidade merece um evento deste nível, a maior parte do estoque dos incorporadores estão nessa região!, completou a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =