‘Faraó dos Bitcoins’ tem novo habeas-corpus negado

Glaiddson Acácio dos Santos, conhecido como ‘Faraó dos Bitcoins’, preso em agosto sob suspeita de comandar um esquema de pirâmide financeira envolvendo investimentos em criptomoedas, teve um novo habeas-corpus negado. A decisão veio do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) e foi publicada no Diário Oficial do STF nesta terça-feira (30).

Habeas corpus semelhantes foram negados pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) e por decisão monocrática do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em outubro.

Glaidson, dono da GAS Consultoria Bitcoin, com sede em Cabo Frio, na Região dos Lagosfoi preso pela Operação Kryptos, da Polícia Federal em agosto e responde a 288 processos na área cível. Vários dos processos pedem rescisão do contrato ou a devolução do dinheiro investido na consultora GAS, além de pedidos de indenização por danos morais. A própria consultora responde a 286 processos, todos também na área cível.

A GAS oferecia rendimento de 10% ao mês a interessados em investir na criptomoeda. As investigações apontam que o esquema criminoso de pirâmide financeira teria movimentado R$ 38 milhões por meio de pessoas físicas e jurídicas no Brasil e em ao menos sete países. Ele está preso desde agosto deste ano, enquanto as vítimas cobram o ressarcimento dos valores investidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 20 =