FAN moderniza e reativa a Niterói Discos

Um dos mais bem sucedidos projetos culturais da Prefeitura de Niterói, a gravadora (ou selo) Niterói Discos fez 30 anos em 2021, mas as comemorações chegam este ano.

O presidente da Fundação de Arte de Niterói, a FAN, disse que o leque do selo Niterói Discos vai ser ampliado.

– Produzimos mais 100 discos, um projeto que tem repercussão nacional. Vamos aperfeiçoar, ir em todos os bairros de Niterói em busca de nomes que possam representar o melhor do samba, música clássica, hip hop, blues, pop, rock, comentou Sabino.

Ele lembra que Niterói é reconhecida como um celeiro de arte, com destaque para a música.

– Pouca gente sabe, mas até a Bossa Nova teve seu reduto em Niterói. Nos anos 60, ir ao bar Le Petit Paris, na Praia de Icaraí era a certeza de ver e ouvir grandes nomes da Bossa Nova, Niterói exportou nomes como Marília Medalha, Sergio Mendes.

O primeiro LP gravado pela Niterói Discos foi um inédito da lendária banda Os Lobos, com Cássio Tucunduva, Dalto, Antonio Quintella e outros nomes.

– O impacto daquele primeiro disco foi enorme, conta o presidente da FAN. Imediatamente a Niterói Discos se tornou conhecida nos meios artísticos de todo o Brasil, enquanto o Museu de Arte Contemporânea (MAC) era erguido, o Teatro Municipal de Niterói era restaurado sob a direção do inesquecível e muito saudoso Cláudio Valério Teixeira. A Niterói Discos simboliza esse momento mágico, quando a nossa cidade reencontrou a sua autoestima.

Uma das marcas de Niterói é o protagonismo na área cultural, investindo pesado em música, audiovisual, livros, artes plásticas, e está na liderança quando o assunto é investimento público em Cultura.

– Quando o prefeito Axel Grael me convidou para presidir a FAN fiquei feliz porque ele é uma pessoa muito ligada as artes, a música, aos livros e, acima de tudo, reconhece a importância da Prefeitura na gestão cultural. Em nossas constantes conversas ele orienta para mantermos essa rota, abrir espaços para os artistas, com transparência, ética e muito trabalho. O prefeito conhece a minha história como músico e como gestor e participar do seu governo é uma honra para mim, disse Marcos Sabino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.