Familiares de homem morto por febre amarela em município do RJ estão internados

Rede pública de saúde oferece vacinação contra a febre amarela  Centro de Saúde de Brasília nº 8, 514 Sul, Plano Piloto, Brasília, DF, Brasil 17/1/2017 Foto: Andre Borges/Agência Brasília.  A Secretaria de Saúde recebeu nesta semana do governo federal 25 mil doses da vacina contra a febre amarela. O quantitativo faz parte da remessa mensal e é distribuído de acordo com a demanda de cada região administrativa. Segundo a pasta, lotes extras estão sendo enviados pelo Ministério da Saúde prioritariamente aos locais com maior incidência de casos, como Espírito Santo, Minas Gerais e São Paulo
Rede pública de saúde oferece vacinação contra a febre amarela
Centro de Saúde de Brasília nº 8, 514 Sul, Plano Piloto, Brasília, DF, Brasil 17/1/2017 Foto: Andre Borges/Agência Brasília.
A Secretaria de Saúde recebeu nesta semana do governo federal 25 mil doses da vacina contra a febre amarela. O quantitativo faz parte da remessa mensal e é distribuído de acordo com a demanda de cada região administrativa. Segundo a pasta, lotes extras estão sendo enviados pelo Ministério da Saúde prioritariamente aos locais com maior incidência de casos, como Espírito Santo, Minas Gerais e São Paulo

A enteada do pedreiro Watila Santos que morreu de febre amarela no último sábado (11) em Casimiro de Abreu (RJ), foi transferida hoje à tarde (17) do Hospital Municipal Ângela Maria Simões para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, região metropolitana da capital.

A prefeitura de Casimiro de Abreu informou que a menina, de 9 anos, foi transferida porque continua apresentando dores abdominais. A mãe da criança e viúva do pedreiro, Mariana da Conceição, que também está com suspeita da doença, foi liberada para acompanhar a filha na transferência. Mãe e filha fizeram o trajeto de ambulância e chegaram no início da noite à São Gonçalo.

Além das duas, outros filhos de Ângela estão internados desde a última quarta-feira (15) por suspeita de febre amarela, em Casimiro de Abreu. Duas meninas, de 6 e 11 anos, e um menino, de 8 anos, estão em observação. O tio de Watila Santos, Joaquim de Oliveira Santos, de 45 anos, também está internado desde o sábado passado com sintomas de febre amarela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 8 =